Pular para o conteúdo principal

Mais de quarenta músicos da Geraes Big Band sentados em uma escada de um local aberto e com verde ao redor, durante o dia.
Foto: Brandon Alves

Projeto Música de Domingo retorna ao Teatro Francisco Nunes, no dia 22/9

17/09/2019 | 20:18 | atualizado em 18/09/2019 | 09:17

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, retoma e amplia o projeto Música de Domingo, no Teatro Francisco Nunes (avenida Afonso Pena, 1277, Parque Municipal). O lançamento acontecerá neste domingo, dia 22, com apresentação da Geraes Big Band da UFMG, às 11h. A entrada é gratuita mediante a retirada de ingressos uma hora antes do concerto. Após a apresentação haverá um bate-papo com Rafael Martini, um dos diretores do grupo.

 

A proposta traz uma programação musical quinzenal, nas manhãs de domingo, com shows, debates, workshops, e outras atividades ligadas à área. O projeto ocupará a sala de espetáculo, foyer, jardins e largo do teatro. “Estamos retomando mais um projeto bem-sucedido da cidade. O Música de Domingo é parte da memória afetiva de Belo Horizonte e agora também deseja construir um espaço de reflexão e fruição da produção musical em sua mais diversa expressão. Para a abertura celebramos duplamente: o retorno do projeto e a parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais, com a apresentação da Geraes Big Band”, afirma a diretora de Promoção das Artes da Fundação Municipal de Cultura, Aline Vila Real.

 

O objetivo do “Música de Domingo” é resgatar a programação musical no Teatro Francisco Nunes, atrair o público frequentador do parque e novos públicos da cidade que tenham interesse em assuntos ligados à área da música. O projeto surgiu na década de 1950 e era realizado em três espaços com a proposta de fomentar e difundir a música de orquestra e de câmara. A partir de 1990 passou a ser realizado apenas no Teatro Francisco Nunes, onde a programação seguiu ininterrupta até 2009.

 

De acordo com Aline Vila Real, uma das novidades do projeto é que ele não se dedicará apenas a música instrumental, ampliando sua abrangência também com a música cantada. Também serão promovidos momentos de reflexão sobre o setor após os espetáculos, com bate-papos e outras atividades de trocas, abordando as mais diferentes formas de fruição da música.

 

Com a ampliação, as apresentações se diversificarão em três formatos: concerto, Lab e Mostra Plural. Ainda em 2019, a programação contará com apresentações musicais selecionadas via edital Cena Plural e edital de ocupação do Teatro Francisco Nunes, oferecendo uma Mostra Plural, além da participação de interessados em ocupar o Espaço Música. Nele, produtos da música autoral estarão disponíveis, debates e encontros que acontecerão antes e depois das apresentações. 

 

A abertura com a Geraes Big Band da UFMG retoma a vocação do Teatro Francisco Nunes para a música instrumental, em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais, e abre caminhos para novas programações em 2020. Em breve, o projeto receberá ainda o Lab, com a proposta de trazer novas experiências sonoras da cena belo-horizontina, em shows intimistas, no foyer e nos jardins do teatro, a exemplo de projetos mundiais como o Sofar Sounds.

 

 

Sobre a Geraes Big Band da UFMG

A Geraes é a Big Band da Escola de Música da UFMG, tem mais de 20 de anos de existência e funciona como espaço privilegiado de pesquisa e trabalho sobre o repertório de Big Band, tanto para os alunos, quanto para os professores da escola.

 

Atualmente sob a direção dos compositores e arranjadores Cléber Alves e Rafael Martini, apresenta um concerto totalmente voltado à música brasileira para Big Band. Com uma leitura própria da clássica formação de origem norte-americana, além dos tradicionais saxofones, trombones, trompetes, baixo, piano e bateria, o grupo traz outros instrumentos como acordeon, flautas e violoncelos.

 

No repertório, estão composições de músicos brasileiros como Egberto Gismonti, Hermeto Pascoal, Letieres Leite e Tom Jobim, e também de compositores que se debruçam sobre a música brasileira como Maria Schneider. As peças são apresentadas em arranjos dos próprios compositores ou de alguns dos arranjadores mais arrojados da atual cena contemporânea mundial, como Guillermo Klein, Gaia Wilmer e Tiago Costa, entre outros.

 

Rafael Martini é compositor, arranjador, pianista e cantor. Tem quatro discos lançados, já produziu, dirigiu e gravou mais de uma centena de outros discos, apresentou seu trabalho em diversas partes do mundo e coleciona vários prêmios como compositor e arranjador. É professor da Escola de Música da UFMG, onde dirige a Geraes Big Band e atualmente tem realizado concertos como integrante do Egberto Gismonti Quarteto tocando acordeon.

 

 

Espaço da Música

O espaço conta com produtos musicais como discos de vinil e CDs independentes, com destaque para os produtos da cena autoral belo-horizontina, contando também com periódicos e publicações, camisetas de bandas, souvenires, entre outros. Seguindo uma dinâmica já existente na cidade, a proposta é que sejam realizados encontros periódicos, sob o viés do engajamento das coletividades criativas, com base na vida cotidiana da capital em seus espaços públicos compartilhados. Pretende-se incentivar as práticas de consumo e lazer por meio da valorização da produção local, com destaque, para a cena autoral e independente de Belo Horizonte. Mais informações para o público pelo telefone (31) 3277-6325. 


Últimas Notícias

Homem, sentado em frete a computador, vê simulação de impactos ambientais na tela. Simulação de impactos ambientais é feita por softwares avançados em BH

Secretaria Municipal de Meio Ambiente tem utilizado programas de computadores que simulam os impactos ambientais. 

16/10/2019 | 17:14
Em uma ponta da quadra preparada para o jogo de vôlei sentado, Gabriel posa para foto. Atleta do Superar é convocado para a Seleção Brasileira de voleibol sentado

Gabriel Franklin Silva Amaral foi convocado a participar da 6ª Semana de Treinamento da Seleção Brasileira masculina de voleibol sentado.

14/10/2019 | 20:12