Pular para o conteúdo principal

Três pessoas em frente ao computador e seis em pé, olhando um telão.
Foto: Divulgação PBH

Projeto da Prodabel é reconhecido pelo Ministério da Ciência e Tecnologia

27/03/2018 | 17:16 | atualizado em 28/03/2018 | 13:40

O Laboratório Aberto de IoT (Internet of Things, em inglês, ou Internet das Coisas), que está em fase de implantação na Prodabel, recebeu, neste mês de março, a visita do diretor do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC), José Gontijo. Acompanhado de representantes da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Gontijo conheceu o novo laboratório e a infraestrutura do prédio-sede da Prodabel e destacou o caráter inovador do laboratório, que será oficialmente inaugurado nos próximos meses.

 

“Este é um espaço que tende a se tornar uma referência em todo o Brasil, que une os interesses da cidade e tem potencial para gerar soluções de uma maneira rápida e eficiente”, considerou o diretor, que foi recebido por funcionários da Prodabel e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico. Para ele, a iniciativa fará com que a capital mineira assuma um papel de destaque no país. “O que foi apresentado verdadeiramente surpreende. O nível de inovação de Belo Horizonte é muito significativo”, afirmou.

 

O diretor, reconhecido nacionalmente por ser uma das referências em IoT, fez questão de ressaltar ainda dois outros fatores importantes: a abertura de acesso a bases de dados da Prefeitura, que foi realizada no ano passado e possibilita o desenvolvimento de soluções de acordo com as reais necessidades do Município e a estrutura tecnológica da cidade e o plano de expansão previsto para os próximos anos. Por fim, Gontijo colocou o Ministério à disposição para auxiliar o trabalho em futuras parcerias.

 

O presidente da Prodabel, Leandro Garcia, destacou a importância da visita. “É importante que o Governo Federal conheça o trabalho implantado em Belo Horizonte e o potencial da cidade. A Prefeitura, de maneira geral, tem trabalhado para transformar esta vocação natural de Belo Horizonte em desenvolvimento econômico, além de tornar a capital mineira uma referência no Brasil em produção de soluções, em especial de IoT”, disse.

 

Laboratório Aberto

 A transformação do prédio da Prodabel em um laboratório faz parte do BHLab, um plano de ações que visa transformar Belo Horizonte na cidade mais inteligente do país. O principal objetivo é criar um ambiente para que empresas parcerias e empreendedores desenvolvam e testem seus projetos e, futuramente, tragam soluções para a capital, utilizando a tecnologia como aliada.

 

A “Internet das Coisas” é uma rede de equipamentos capazes de coletar e transmitir dados, permitindo a troca de informações. Semáforos, câmeras e luminárias inteligentes são exemplos de equipamentos que já foram instalados no prédio e poderão ser testados. Além disso, haverá um espaço para que ocorra a prototipação de soluções e a produção de novas tecnologias e pesquisas.