Pular para o conteúdo principal

Informações da Prefeitura de Belo Horizonte sobre a Covid-19
Foto: Arte PBH

Prefeitura recebe primeiras doses da vacina contra Covid e inicia distribuição

19/01/2021 | 17:16 | atualizado em 02/02/2021 | 11:43

A Prefeitura de Belo Horizonte recebeu na tarde desta terça-feira, dia 19, 128.388 mil doses da vacina contra a Covid-19 do Instituto Butantan e do laboratório Sinovac Biotech, além de 6.882 doses entregues diretamente pela Rede de Frios da Secretaria de Estado de Saúde para os hospitais Militar, Eduardo de Menezes e Júlia Kubitschek, da rede estadual. A capital, agora, seguindo as orientações do Plano Nacional de Imunização contra a Covid, do Ministério da Saúde, vai começar a distribuir as doses para os hospitais públicos e privados e serviços de urgência, possibilitando a vacinação de cerca de 63.000 pessoas, uma vez que o Ministério da Saúde considera uma possibilidade de 5% de perdas.

Serão vacinados neste primeiro momento os trabalhadores que atuam nos 49 Hospitais da rede pública, filantrópica e privada; além dos profissionais das nove Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs); e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

As vacinas passaram por conferência na Prefeitura e na sequência começaram a ser entregues. Os lotes distribuídos pela Secretaria Municipal de Saúde vão contemplar a vacina, as seringas e agulhas para a imunização. Cada hospital ou serviço de urgência terá autonomia para definir o seu cronograma de vacinação.

Belo Horizonte já conta com insumos em estoque para uso na campanha. Além de seringas, há material para armazenamento das vacinas e veículos para o transporte das equipes volantes e dos imunizantes. A estimativa é que 1.700 vacinadores estejam cadastrados nesta campanha. Todos passaram por treinamento para o registro no sistema de informação e controle das doses aplicadas. A ferramenta realiza o controle do atendimento da demanda e da distribuição da vacina, de acordo com resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Condicionado ao recebimento de novas entregas da vacina pelo Ministério da Saúde, os próximos grupos a serem vacinados serão os residentes e profissionais das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) e os profissionais que atuam na Atenção Primária em Saúde, em cronograma que será estabelecido em função dos quantitativos.

Mesmo com o início da campanha de vacinação contra a Covid-19 é muito importante a colaboração da população para evitar aglomerações, manter o uso de máscaras e a higienização correta das mãos.