Pular para o conteúdo principal

Crianças participam de ação com o boneco do mosquito Aedes Aegypti
Foto: Regional Pampulha

Prefeitura promoveu ação intersetorial de combate à dengue no Confisco

27/03/2019 | 15:18 | atualizado em 12/04/2019 | 11:34

A Prefeitura de Belo Horizonte realizou nesta quarta-feira, dia 27 de março, das 14h às 15h30, na Praça do Confisco (rua Aracy Guimarães Rosa 470, Confisco), a ação intersetorial “Dengue? Aqui não!”.
 

O objetivo foi o de conscientizar a comunidade sobre a importância do envolvimento de todos no combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Os parceiros envolvidos nesta ação foram o Centro de Saúde Confisco, as escolas municipais Anne Frank e Professora Alice Nacif, o Projeto Verena e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Confisco.


Várias atividades aconteceram neste dia, entre elas, intervenção teatral “Aedes em campo”, que é uma forma interativa da equipe de Zoonoses demonstrar o comportamento do Aedes Aegypti para garantir sua reprodução. Foram montados um estande com microscópios para as pessoas observarem as etapas do ciclo de vida do mosquito e um totem de informações.


Os estudantes do Programa Escola Integrada na Escola Municipal Anne Frank apresentaram um rap com letras de músicas abordando o tema. Além disso, houve atividades culturais como apresentação de percussão dos adolescentes do ProJovem no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Confisco, brincadeiras, aulão da Academia da Cidade Confisco e Lian Gong. O objetivo das atividades lúdicas é envolver a comunidade em ações participativas de combate ao mosquito e facilitar o trabalho dos agentes de campo.


A ação intersetorial terá, ainda, outro momento de conscientização, quando os estudantes e os idosos do Serviço de Convivência do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Confisco participaram da atividade “Agentes por um dia”, visitando as casas no entorno junto com os agentes de combate a endemias para fazer a demonstração dos “10 minutos contra a dengue”.