Pular para o conteúdo principal

Duas mulheres, sentadas em mesa, atendem a dois homens, também sentados. Ao fundo, um banner com os dizeres: "Cartório de Registro Civil".
Foto: Patricia Nogueira/PBH

Prefeitura leva serviços e orientações à população em situação de rua

24/09/2019 | 14:01 | atualizado em 01/10/2019 | 20:25

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, em parceria com o projeto Rua do Respeito, promoveu na última semana, a Rua Previdenciária, com emissão de documentos e orientações de direitos previdenciários para a população em situação de rua. O evento, realizado no Centro Pop Leste, reuniu cerca de 300 usuários e representantes do Poder Executivo, Sistema de Justiça, órgãos de defesa e garantia de direitos e sociedade civil.

 

O diretor de Proteção Especial da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, Regis Spíndola, explicou a importância da ação. “Durante o mês de setembro, com a participação da Defensoria Pública, o INSS e Faculdade de Direito, realizamos várias rodas de conversa no Centro Pop Leste e Centro Sul, Abrigos Anita I e II, São Paulo e Tia Branca preparando os usuários para essa ação. A Rua Previdenciária proporciona a inclusão social e proteção aos cidadãos em situação de rua por meio do reconhecimento e resgate de direitos, sobretudo no acesso aos benefícios socioassistencias e previdenciários”, afirmou.

 

 Além de emissão de documentos e orientações, os usuários puderam se inscrever no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal, participaram de roda de conversa, roda de músicas e escreveram poemas e cartas.