Pular para o conteúdo principal

Rua semi-interditada com sinalização da BHTrans e um cartaz com os dizeres: "30 km. Área com redução de velocidade".
Foto: Divulgação PBH

Prefeitura leva projeto Zona 30 ao bairro Confisco esta semana

16/09/2019 | 19:19 | atualizado em 25/09/2019 | 10:27

O bairro Confisco, na região Norte de Belo Horizonte, recebe, a partir desta semana, o projeto Zona 30, que limita a velocidade para veículos, em vias locais, a 30km/h, dando prioridade a quem anda a pé, de bicicleta ou tem mobilidade reduzida. A intervenção temporária será nas ruas do entorno da Escola Municipal Anne Frank. A montagem com redesenho da geometria das vias, pinturas e plantio de vasos, recursos conhecidos como “urbanismo tático”, vão levar mais segurança para pedestres e ciclistas, em especial para os alunos da escola.

 

A ação, coordenada pela Prefeitura, por meio da BHTrans,  conta com a participação dos alunos do programa Escola Integrada, secretarias da Prefeitura de Belo Horizonte, associações ligadas à mobilidade sustentável, moradores e voluntários. O instituto Wuppertal, da Alemanha, que lançou este ano o projeto “Ambientalízate!” para apoiar cidades parceiras na América Latina com ações de sustentabilidade, também é parceiro da ação.

 

A intervenção que faz parte do mês da mobilidade, vai do dia 16 ao dia 22 de setembro (Dia Mundial sem Carro) com a realização de outras atividades para ampliar a reflexão sobre a mobilidade e questões ambientais, envolvendo toda a comunidade local.

 

 

Escola Municipal Anne Frank

A escola, que tem alunos de 8 a 70 anos, foi escolhida por desenvolver um trabalho pedagógico de destaque, com grande envolvimento da comunidade do bairro, e por fazer parte do projeto Escola Segura, que tem como foco a adoção de comportamentos seguros para a redução de acidentes de trânsito.

 

A preparação para a intervenção começou na semana passada com uma oficina sobre desenho urbano para alunos da escola e pessoas da comunidade do bairro. Os participantes ajudaram a elaborar propostas de desenho para a  ocupação das ruas.

 

O Instituto Wuppertal doou para a ação um aparelho móvel de monitoramento da qualidade do ar que será usado para avaliar o impacto ambiental do projeto Zona 30. Além do instituto, participam da intervenção, pela Prefeitura, a Secretaria Municipal de Educação, a Gerência de Educação da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) e a Coordenadoria de Atendimento Regional Pampulha. Outros parceiros são a equipe do Grupo de Trabalho Pedala BH, a Associação de Ciclistas Urbanos de Belo Horizonte – BH em Ciclo, o Movimento Nossa BH, representantes da ONU, Escola de Arquitetura da UFMG (Grupo Compasso) e associação de moradores.

 

 

Cronograma da intervenção no bairro Confisco 

Dia 9 de setembro

Início da gincana para recolhimento de garrafas pets utilizadas para instalação no projeto de Zona 30, com a coordenação da equipe da SLU.

 

Dias 10 e 11 de setembro

Oficinas com alunos da escola - Projeto Zona 30. Reflexão conjunta sobre as ruas do entorno da escola.

 

Dias 11 e 24 de setembro

19h30 à 21h - Auditoria de segurança para mulheres. Atividade proposta pela representante da Rede de Soluções para o Desenvolvimento (SDSN, na sigla em inglês), lançada pela ONU, para identificar questões relativas à segurança das mulheres nas ruas do entorno da escola, antes e depois da intervenção urbana. As participantes da auditoria foram integrantes da turma de Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Municipal Anne Frank.

 

Dia 12 de setembro

Realização de pesquisas de percepção ambiental no entorno da escola e realização de contagens volumétricas de pedestres e veículos.

 

Do dia 16 a 19 de setembro

Montagem e ativação da Intervenção Temporária de Zona 30 nas ruas do entorno da Escola Municipal Anne Frank com participação dos alunos da Escola Integrada, equipe BHTrans, moradores e voluntários.

 

Do dia 9 a 23 de setembro

Medição dos níveis de qualidade do ar no entorno da escola.

 

Do dia 19 a 22 de setembro

Realização de atividades diversas na área da intervenção urbana Zona 30, com a presença da Gerência de Educação para a Mobilidade da BHTrans.

 

Dia 20 de setembro

Atividade relacionada ao projeto de Zona 30, proposta pela escola envolvendo os pais dos alunos e a comunidade escolar.

 

Dias 21 e 22 de setembro

Escola Aberta: Das 8h às14h a escola estará com os portões abertos para toda comunidade.

 

Dia 22 de setembro

Dia Mundial Sem Carro: Rua aberta em frente à escola para realização de atividades de cultura e lazer.

 

Entre os dias 30 de setembro, 1, 2 e 3 de outubro (datas a serem confirmadas pela escola)

Realização de oficinas com os alunos da escola para confecção de placas de trânsito em comemoração ao Dia de Caminhar e Pedalar para a Escola.

 

Dia 4 de outubro:

Realização do Dia de Pedalar e Caminhar para a Escola com demarcação do “trajeto seguro” através da instalação de sinalização construída por alunos e comunidade alertando para a presença de crianças e adolescentes nas ruas.


Últimas Notícias

Informativo sobre o Coronavírus em Belo Horizonte Baixa de construção pode ser obtida utilizando drone e por meio digital

A Prefeitura construiu um procedimento para que a baixa de construção possa ser feita por fotos e vídeos obtidos por drone.

29/05/2020 | 17:37
Prestação de contas na Câmara Municipal de Belo Horizonte PBH intensifica ações na Saúde e Políticas Sociais, mesmo com queda nas receitas

Dados demonstram que o Município arrecadou R$ 4,7 bilhões de janeiro a abril, cerca de 34% do total previsto para o ano – R$ 13,7 bilhões.

29/05/2020 | 12:05