Pular para o conteúdo principal

Prefeitura garante a realização de Festivais Culturais em BH

20/07/2017 | 16:24 | atualizado em 27/07/2017 | 10:31

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura (FMC-BH), anunciou na manhã desta quinta-feira, dia 20, a realização dos Festivais Culturais da cidade. Em entrevista coletiva concedida à imprensa, no Teatro Francisco Nunes, o presidente da FMC, Juca Ferreira, apresentou as datas do Festival Literário Internacional – FLI-BH (14 e 17 de setembro); do Festival de Arte Negra – FAN-BH (18 a 23 de outubro); do Festival Internacional de Teatro, Palco & Rua de Belo Horizonte – FIT-BH (18 a 27 de maio de 2018), e do Festival Internacional de Quadrinhos – FIQ-BH (30 de maio a 3 de julho de 2018).


Segundo o presidente da Fundação, Juca Ferreira, a reformulação no calendário dos Festivais se deu em função das mudanças que ocorreram no início da nova gestão, mas, desde sua chegada, em junho, assumiu o compromisso de garantir a realização dos eventos. “Eu me preocupei em liberar a realização destes festivais que já marcam a vida cultural da cidade, já são festivais consolidados que cumprem um papel cultural importante na cidade”, afirmou. Juca disse ainda que há um grande esforço para que os festivais mantenham a qualidade das edições anteriores e continuem crescendo.
 

Para o coordenador do FIQ-BH, Afonso Andrade, a mudança no calendário dos eventos possibilita organizá-los com mais calma, garantindo, assim, a qualidade que sempre apresentaram. “Nossa principal preocupação é a de que o festival aconteça da melhor maneira e com a maior tranquilidade que ele possa oferecer para a cidade”, disse.     
 

A Virada Cultural está sendo discutida internamente e, em setembro, a Fundação Municipal de Cultura irá se posicionar sobre o evento.
 

Participaram da coletiva, ao lado de Juca Ferreira, a diretora de Ação Cultural Regionalizada, Simone Araújo, a coordenadora do Festival Literário Internacional (FLI), Fabíola Farias, a coordenadora do Festival de Arte Negra (FAN), Rosália Diogo, o coordenador do Festival Internacional de Quadrinhos, (FIQ), Afonso Andrade e o diretor das Artes Cênicas e Música da Fundação Municipal de Cultura, Jefferson da Fonseca.

   

FIQ

Na ocasião, o coordenador do FIQ lembrou que na última segunda-feira, dia 17, o prefeito Alexandre Kalil aprovou a lei Nº 11.059, que determina o FIQ como um festival oficial da cidade, sendo realizado bienalmente pela Prefeitura de Belo Horizonte, por intermédio do órgão municipal responsável pela área de cultura.

    

Confira abaixo a programação:
 

2° Festival Literário Internacional de Belo Horizonte – FLI-BH

Data: 14 a 17 de setembro de 2017

Locais: Centro de Referência da Juventude e MIS Cine Santa Tereza ( Mostra Cinema e Literatura).

Curadoria: Adriane Garcia, poeta; Francisco de Morais Mendes. Escritor e jornalista.

Tema: “Vozes de Todos os Cantos”. O objetivo é promover as vozes escritas que circulam pelas ruas da cidade, nos saraus, nos coletivos periféricos, consideradas marginais, especialmente as produções literárias de minorias.

Parceiros: LIBRE- Liga Brasileira de Editores; Projetos viabilizados pela LMIC; SESC-MG; BDMG Cultural; CMDCA/ Itaú Social; Festival Gastronômico de Vilas e Favelas.
 

 

9° Festival de Arte Negra – FAN-BH

Data: 18 a 23 de outubro de 2017.

Locais: Parque Municipal Américo Renné Giannetti; Centro de Referência da Juventude; Conservatório de Música da UFMG; MIS Cine Santa Tereza; Museu Arte da Pampulha; Teatro Marília; Teatro Francisco Nunes; Núcleo de Estudos Cultura Popular - Necup.

Curadoria: Carlandreia Ribeiro, atriz e produtora cultural; Luciana Gomes = DJ Black Josie, musicista. Produtora cultural e relações públicas; Karu Torres, pesquisadora de arte e cultura negra e produtora cultural.

Tema: “FAN Mulher”. Considerando-se que o século XXI é definitivamente o século das mulheres, um conjunto de informações e acontecimentos dão conta de um movimento de empoderamento que não cessará nos anos que estão por vir. Colocar a mulher ao centro de um festival que tem como eixo as Artes Negras significa retomar simbólica e politicamente o lugar do matriarcado. Significa referendar nossas Yabás e Yalodès.

Parceiros: Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG/ Federação Quilombola de Minas Gerais; Governo do Estado de Minas Gerais/ Secretaria de Estado de Cultura; SESC – MG.

 

10° Festival Internacional de Quadrinhos – FIQ-BH

Data: 30 de maio a 3 junho de 2018.

Locais: Serraria Souza Pinto; Centro de Referência da Juventude; MIS Cine Santa Tereza (Mostra de Animação).

Curadoria: Ana Luiza Koehler, arquiteta, ilustradora e quadrinista; Daniel Wernerck, professor, editor e quadrinista; Carol Rossetti, quadrinista, ilustradora e editora; Fabiano Barroso, editor, professor e quadrinista.

Tema: “Processos Colaborativos”. O festival irá destacar os aspectos colaborativos fundamentais na criação de quadrinhos. A própria construção do festival irá ter um caráter colaborativo.  

Parceiros: Ainda em negociação.

 

14° Festival Internacional de Teatro, Palco & Rua de Belo Horizonte – FIT-BH

Data: Maio de 2018.


Últimas Notícias

Setembro verde: mês da pessoa com deficiência. Rumo a uma cidade inclusiva e sustentável. Torcedores com deficiência entram em campo na luta pela inclusão

Torcedores com deficiência entrarão em campo com atletas do Cruzeiro e do Flamengo neste sábado, dia 21/9, no Mineirão.

20/09/2019 | 23:18
Casal passeia com criança em cadeira de rodinhas e outroas pessoas caminham na Savassi, no domingo, durante o dia. BH é da Gente oferece ioga, encontro de carros e orientação nutricional

Show de talentos, ioga, encontro de carros e orientação nutricional são atrações do BH é da Gente no domingo, dia 22/9.

19/09/2019 | 20:26