Pular para o conteúdo principal

Educadora, de costas e com uma camiseta escrito "educador", se dirige a mais de doze idosos, sentados em uma sala.

Prefeitura e CCBB renovam parceria para promoção de acesso à arte e cultura

criado em 27/12/2019 - atualizado em 27/12/2019 | 12:02

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, participou, em dezembro, de encontro avaliativo com a equipe do Programa CCBB Educativo: Arte e Educação do Centro Cultural do Banco do Brasil. O encontro aconteceu no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB) e foi um importante momento para avaliação e fortalecimento da parceria desenvolvida ao longo deste ano, que permitiu o acesso de quase mil pessoas atendidas pela Secretaria às exposições e atividades do CCBB.

 

Coordenadores e equipe técnica do Programa apresentaram a metodologia desenvolvida e os resultados alcançados. Além disso, foram exibidos relatos dos visitantes, destacando a importância da visita para cada grupo atendido e realizada uma roda de conversa entre os participantes, com foco no aperfeiçoamento das ações para o próximo ano.

 

Pompea Tavares, coordenadora Pedagógica, enfatizou a riqueza dos grupos que, de forma espontânea, visitaram o espaço. “Como a presença desses grupos nos impacta pessoalmente. É muito crescimento e nos esforçamos para promover um encontro em que as pessoas se sintam acolhidas. Experimentamos juntos os processos, as brincadeiras, as oficinas e tentamos garantir esse espaço para construção de algo, pois é um momento em que as pessoas contam suas histórias de vida e seus ofícios. São ótimas oportunidades de interação e sentimos, de fato, que elas estão contentes de estarem aqui”, comenta.

 

O Programa CCBB Educativo: Arte e Educação desenvolve ações que estimulam a experiência, a criação, a investigação e a reflexão. Tem como valor a transversalidade dos processos pedagógicos, curatoriais e artísticos, por meio das partilhas e das trocas culturais e da garantia ao acesso amplo e inclusivo ao patrimônio e sua diversidade.

 

A gerente do BH Cidadania, Katia Zacché, destacou a importância da parceria institucional. “Essa parceria é uma iniciativa que permite que as famílias e grupos acompanhados pelo Centro de Referência de Assistência Social e outros grupos atendidos pela Subsecretaria de Direito e Cidadania tenham acesso aos espaços culturais que a cidade oferece, possibilitando a ampliação das vivências individuais e coletivas e o fortalecimento do sentimento de pertencimento à cidade”, disse.

 

 

Parceria Institucional

A parceria firmada entre a Prefeitura de Belo Horizonte e o Centro Cultural Banco do Brasil consiste em proporcionar vivências culturais aos usuários de serviços, programas e benefícios atendidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania.

 

As turmas têm acesso gratuito às visitas personalizadas e mediadas, e atividades relacionadas às exposições e à história do edifício. A parceria contempla a participação dos grupos acompanhados pelos Centros de Referência de Assistência Social, idosos frequentadores do Centro de Referência da Pessoa Idosa, jovens do Centro de Referência da Juventude e público atendido pela Diretoria de Políticas para pessoas com Deficiência. As visitas acontecem uma vez por semana com duração média de 1h30, mediada por educadores do Centro Cultural.