Pular para o conteúdo principal

 Prefeitura de Belo Horizonte é destaque em Ações de Proteção e Defesa Civil
Foto: Divulgação/Defesa Civil

Prefeitura de Belo Horizonte é destaque em ações de proteção e defesa civil

criado em 29/09/2021 - atualizado em 29/09/2021 | 17:45

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, recebeu um importante reconhecimento do governo federal. A Defesa Civil Nacional, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, reconheceu sete iniciativas de sucesso realizadas no município que são consideradas “Boas Práticas” e que já estão disponíveis para serem replicadas pelos órgãos de proteção e defesa civil de todo o Brasil. 

 

As iniciativas selecionadas foram organizadas com base nas seguintes categorias: Gestão Sistêmica com as ações de Bloqueio de Vias e do Grupo de Gestão de Risco e Desastre; Mapeamento de Áreas de Risco com o projeto Mapeamento de Áreas de Risco de Inundação e Alagamento; Núcleos Comunitários com o projeto Mobilização Comunitária em Áreas de Risco de Inundação e de Deslizamento; Defesa Civil na Escola;  Iniciativas para as Comunidades com o projeto Treinamento de Comportamento de Segurança durante o Período Chuvoso e Plano de Contingência. 

 

O Banco de Boas Práticas reúne 78 ações e a Prefeitura de Belo Horizonte foi a que mais apresentou projetos que contemplam conceitos de baixo custo, de fácil aplicação e que contribuem para aumentar a resiliência das comunidades e oferecem aos outros municípios e estados a oportunidade de melhoria nas ações de gestão de riscos e desastres. 

 

O subsecretário de Proteção e Defesa Civil, coronel Waldir Figueiredo, esclarece que a prefeitura obedece às recomendações do Marco de Sendai, principal instrumento orientador de redução de risco de desastres adotado por países membros da Organização das Nações Unidas (ONU). “A Defesa Civil de Belo Horizonte se tornou uma referência no Brasil. O reconhecimento das boas práticas colabora ainda mais para a promoção de uma cultura de prevenção, percepção do risco e adoção de medidas de proteção por parte da população”. 

 

Para o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério do Desenvolvimento Regional, coronel Alexandre Lucas, o Banco de Boas Práticas é uma importante ferramenta para a troca de conhecimentos entre agentes de defesas civis de todo o Brasil. 

 

“O Banco de Boas Práticas propicia a todos os profissionais das Defesas Civis estaduais e municipais a oportunidade de conhecer o que tem sido feito de bom em outros locais e aplicar nas suas próprias localidades”, afirma. "Esta ferramenta será importante para melhorarmos as políticas públicas relacionadas à proteção e defesa civil”, completa.