Pular para o conteúdo principal

Taxi suspenso é vistoriado por representante da BHTrans
Foto: Divulgação BHTrans

Prefeitura contribui para garantir a qualidade do serviço de táxi na capital

03/06/2019 | 16:37 | atualizado em 03/06/2019 | 16:41

Taxista há 48 anos, o senhor José Ferreira Pedrosa sente orgulho da sua profissão e acha muito importante a confiança que a população de Belo Horizonte tem no serviço de táxi da cidade. Para ele a vistoria feita na BHTrans contribui muito para manter a qualidade do serviço. “Muitas vezes, descobrimos algum defeito no veículo durante a vistoria na BHTrans”, relata.  


A BHTrans fechou o ano de 2018 com 10.809 vistorias realizadas nos táxis de Belo Horizonte. Com uma frota de 7.167 veículos e idade média 1,8 anos, uma das mais novas do país, todos os táxis devem passar, periodicamente, por vistorias na BHTrans e são fiscalizados, em campo, pelos Agentes de Transportes e Trânsito para garantir o cumprimento das especificações técnicas e de segurança previstas no regulamento do serviço.


Nas vistorias periódicas são verificadas condições de segurança, conservação, conforto, higiene e equipamentos de identificação dos veículos, entre outros, e a periodicidade é definida considerando o ano de fabricação do veículo:
 

                                       Periodicidade de Vistoria
Idade do veículo Permissão Pessoa Física Permissão Pessoa Jurídica
De 0 a 2 anos 2 anos 1 anos
De 2 a 3 anos 1 ano 6 meses
De 3 a 5 anos 6 meses 6 meses


Para ingressar no sistema de táxi, os operadores devem apresentar certidões criminais negativas, realizar a substituição do veículo a cada cinco anos e também fazer um curso de reciclagem com noções de primeiros socorros, respeito ao meio ambiente e convívio social, além da legislação de trânsito. Todos os táxis que entram no sistema também devem ter ar condicionado e potência mínima de 85cv. “Todos esses procedimentos garantem a qualidade do serviço”, informa o gerente de controle de permissões da BHTrans, Carlos Franklin de Almeida Rabelo.

 

Categorias dos táxis


Além dos táxis convencionais, a frota de Belo Horizonte conta com o táxi premium (veículos pretos), equipados com ar-condicionado e Wi-Fi,  e táxis acessíveis, que priorizam o transporte de pessoas com cadeiras de rodas ou mobilidade reduzida. Os usuários ainda têm a opção do táxi lotação, com rotas na Afonso Pena e Contorno, no valor de R$ 5,00. A capital ainda conta com 67 veículos híbridos, com motores a combustão e energia elétrica.

 

 

Taxis estacionados em praça de BH

 

 

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Homem segura bebê na saída de brinquedo infantil inflável, acompanhado por casal; casal  passeia à frente e mulher olha uma criança e um rapaz à frente de outro brinquedo inflável, durante o dia. BH é da Gente faz ação por alimentação saudável na Pedreira Prado Lopes

Neste domingo, dia 16/6, o BH é da Gente – Araribá vai promover ações de conscientização alimentar e da cidadania.

13/06/2019 | 22:06
Vista aérea do Parque das Mangabeiras, durante o dia. Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH neste fim de semana

Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH neste fim de semana, nos dias 15 e 16/6. 

13/06/2019 | 18:54