Pular para o conteúdo principal

Reunião on-line
Foto: Divulgação/PBH

Prefeitura capacita trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social

criado em 27/05/2021 - atualizado em 27/05/2021 | 10:38

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania realiza a capacitação de trabalhadores que atuam nos serviços, programas, projetos, benefícios socioassistenciais, transferência de renda e CadÚnico do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Neste mês, as novas turmas, compostas por 90 trabalhadores, iniciaram a formação com o objetivo de desenvolver competências básicas para a atuação nas ofertas no município. 

 

O curso, organizado pela Gerência de Gestão do Trabalho e Educação Permanente do SUAS, será remoto e terá 22 horas de duração, divididas em 11 semanas. Os facilitadores do curso são trabalhadores e gestores do SUAS, assim como professores colaboradores do Núcleo Municipal de Educação Permanente do SUAS. Desde 2018, outras seis turmas já foram concluídas neste curso introdutório, totalizando 210 vagas de capacitação de trabalhadores do SUAS. 

 

O público prioritário das capacitações introdutórias é formado por trabalhadoras e trabalhadores que ingressaram recentemente no SUAS, além daqueles que já atuam, mas não realizaram o curso. As turmas são compostas de forma heterogênea, com profissionais de diferentes vínculos e níveis de escolaridade e que atuam nas unidades como CRAS, CREAS, Centros-Pop, Unidades de Acolhimento Institucional e no âmbito da gestão. 

 

Na grade do curso, dividida em módulos, os cursistas participarão de atividades com foco em temas como Democracia, Estado e Políticas Públicas; Direitos Humanos e Seguridade Social; e Política Pública de Assistência Social. O curso também passará por conceitos fundamentais para a realização do trabalho social no SUAS, como vulnerabilidade social, risco social e pessoal, violação de direitos, território, intersetorialidade, famílias, matricialidade sociofamiliar, participação social, dentre outros. Por fim, o curso trabalhará a compreensão das noções relativas a vulnerabilidades e riscos sociais produzidos pela discriminação de identidade de gênero, orientação sexual, raça/cor/etnia, e pela interação entre as diferentes formas de subordinação e opressão. 

 

O Secretário adjunto da SMASAC e subsecretário de Assistência Social, José Crus, destaca a importância do curso para a qualificação das/os trabalhadoras/es que atuam nas provisões públicas ou nas funções inerentes à gestão do SUAS.  

 

“As ações de formação e de capacitação no SUAS/BH estão ancoradas nos princípios e diretrizes da Educação Permanente, processo contínuo de atualização e renovação de conceitos, práticas e atitudes profissionais das equipes de referência e de gestão de diferentes níveis de proteção social, a partir do movimento histórico, da afirmação de valores e princípios éticos e do contato com novos aportes teóricos, metodológicos, científicos e tecnológicos disponíveis“, explica.