Pular para o conteúdo principal

Unidades de Acolhimento Institucional
Foto: Divulgação/PBH

PBH intensifica atuação junto à População de Rua no inverno

05/07/2017 | 18:37 | atualizado em 06/07/2017 | 19:35

Desde a emissão de alerta pela defesa civil municipal sobre a onda de frio intenso, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Políticas Sociais e da Defesa Civil, intensificou sua atuação junto à população em situação de rua na cidade.
 

Dentro das ações que estão sendo implementadas estão a distribuição de cobertores que começa hoje a ser feita pela Defesa Civil; a ampliação do horário de entrada nos Abrigos do município, que poderá ocorrer até 22 horas, e a intensificação da abordagem social, especialmente no período noturno, inclusive com o transporte de usuários para as unidades de acolhimento.
 

Além disso, está sendo reforçada a disponibilização de alimentação nos Restaurantes Populares, com acesso gratuito para a população em situação de rua, inclusive com a oferta de jantar (Restaurante Popular I – Unidade Rodoviária), com fornecimento de sopas e outras refeições.
 

O cidadão belo-horizontino pode colaborar? Como?

Registrando por meio do número 156, situações de pessoas que se encontram nas ruas e necessitam de atendimento por alguma das ações emergenciais do período do inverno.

 

Serviço Especializado em Abordagem Social

Desenvolvido pela Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social – SMAAS, atua em toda a cidade, por meio de equipes distribuídas em todas as coordenadorias regionais. O Serviço conta com uma equipe de profissionais com formação superior na área de Ciências Humanas e/ou Ciências Sociais, os quais abordam as pessoas em situação de rua, nos turnos da manhã, tarde e noite, procurando constituir um vínculo de confiança com eles, e, a partir de então, construir juntos um caminho de saída das ruas.
 

Além desse serviço, a PBH conta com equipamentos de referência para esse grupo populacional, como os Centros de Referência da População em Situação de Rua (Barro Preto e Floresta), local onde os usuários podem se higienizar, utilizar banheiros para suas necessidades fisiológicas, lavar suas roupas, participar de oficinas, receberem atendimento psicossocial, dentre outras atividades.
 

A Prefeitura dispõe ainda de duas unidades que podem ser acessadas pelos moradores em situação de rua, apenas para pernoite: Abrigo Tia Branca (400 vagas) e Abrigo São Paulo (200 vagas).
 

A Prefeitura mantém ainda Unidades de Acolhimento Institucional (albergues e repúblicas), totalizando cerca de mil vagas no conjunto. Nestas unidades, as pessoas são acolhidas por técnicos especializados, encaminhadas e acompanhadas, a partir de suas necessidades, a serviços públicos de Saúde, Educação, Qualificação Profissional, Segurança Alimentar e Nutricional Habitação (Programa Bolsa Moradia), transferência de renda (Programa Bolsa Família), emissão de documentos, dentre outros.