Pular para o conteúdo principal

PBH conclui obra de urbanização e tratamento de córrego na Vila Novo São Lucas
Foto: Divulgação/Urbel

PBH conclui obra de urbanização e tratamento de córrego na Vila Novo São Lucas

criado em 04/01/2022 - atualizado em 07/01/2022 | 18:01

A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) entregou aos moradores da Vila Novo São Lucas, na região Centro-Sul da cidade, a obra de urbanização e tratamento do córrego Mangueiras, conquistada por meio do Orçamento Participativo 2011/2012. A PBH investiu aproximadamente R$ 2,7 milhões para a execução das intervenções. A obra vai reduzir o risco de enchentes, além de criar uma Área de Preservação Permanente (APP) na região.

 

O engenheiro da Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (Urbel), Hélio Pessoa, destaca que a Prefeitura também recuperou os espaços de lazer e promoveu melhorias no acesso viário à Vila Novo São Lucas.

 

“As melhorias trouxeram ainda mais qualidade de vida para a população da região. A obra na Vila São Lucas visa à recuperação e preservação dos recursos hídricos, com a urbanização e o tratamento do córrego Mangueiras, a implantação de rede coletora de esgoto, com canaletas de drenagem pluvial e limpeza e proteção das nascentes. A estabilidade geológica foi garantida por meio do tratamento das encostas e obras de contenção. E houve a renovação da fauna e da flora, com o plantio de grama e árvores, ornamentais e frutíferas, que protegem o solo e trazem bem estar para a população”, explicou o engenheiro.

 

Durante o cronograma das intervenções, 15 famílias que viviam em área de risco geológico ou de preservação ambiental precisaram ser removidas e reassentadas, por meio do trabalho e do acompanhamento da equipe técnica e de assistência social da Urbel.

 

Segundo Alessandra Duarte, responsável pelo trabalho social na área, também foram realizados vários trabalhos de mobilização e de comunicação nas etapas estratégicas da intervenção, além de reuniões de forma ampliada com a comunidade.

 

“Como estratégia para melhor sustentabilidade e apropriação das obras, realizamos ações de educação ambiental voltadas para a conscientização sobre os cuidados para preservação dos espaços, identificação de opções de lazer compatíveis com as áreas contempladas pela intervenção, bem como limpezas e  campanhas educativas com participação de outras políticas públicas do município”, ressaltou Alessandra Duarte.