Pular para o conteúdo principal

Fachada da Prefeitura de Belo Horizonte iluminada de azul durante a noite.
Foto: Adão de Souza/PBH

PBH adere ao Novembro Azul e alerta sobre a saúde do homem

10/11/2017 | 20:23 | atualizado em 16/11/2017 | 14:07

Novembro é a vez de chamar a atenção para a importância dos homens cuidarem da saúde. A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) apoia essa conscientização e, durante todo o mês, quatro locais públicos – sedes da PBH e da Secretaria Municipal de Saúde, Pirulito da Praça Sete e Hospital Metropolitano Odilon Behrens – estarão iluminados de azul.

 

A ação faz parte do Novembro Azul, que tem por objetivo incentivar o público masculino a cuidar da saúde. O mês de novembro é marcado por duas importantes datas que alertam sobre os cuidados com saúde do homem: o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, celebrado no dia 17, e o Dia Internacional do Homem, celebrado no dia 19.

 

Ao longo de todo o mês de novembro, profissionais das unidades de saúde da Rede SUS da capital, durante o atendimento de rotina, farão abordagens junto aos homens para ressaltar a importância do cuidado integral com saúde. Serão enfatizadas as formas de prevenção e de reconhecimento de sintomas de doenças que mais afetam aos homens, como as cardiovasculares, do aparelho digestivo e urológico, incluindo o câncer de próstata.

 

Câncer de próstata

O câncer de próstata é o que causa mais mortes entre os homens. Em estágio inicial, geralmente não apresenta sintomas, por isso a necessidade de procurar os serviços de saúde com maior frequência. O principal fator de risco é a idade. Cerca de três quartos dos casos ocorrem a partir dos 65 anos. A atenção à doença deve ter início aos 50 anos para os homens em geral. Para populações de risco aumentado para câncer de próstata, como negros e pessoas que tiveram um parente próximo com câncer de próstata antes dos 65 anos de idade, os cuidados devem ser observados a partir dos 40 a 45 anos.

 

O primeiro atendimento ao homem é feito no centro de saúde. O médico generalista define os exames e faz os encaminhamentos necessários, como a realização do exame de Antígeno Prostático Específico (PSA). Este exame é colhido nos centros de saúde e, dependendo do resultado, o paciente é encaminhado para urologista – que atuam nas Unidades de Referência Secundária (URS), para exame de toque e/ou outros exames.

 

Em relação ao rastreamento do câncer de Próstata, a recomendação atual é de que os exames de PSA e/ou toque retal devem ser realizados apenas quando necessário. O rastreamento em homens assintomáticos é contraindicado, porque as melhores evidências científicas atuais apontam que essa iniciativa produz mais dano do que benefício.

Últimas Notícias

Prefeitura oferece curso de Informática Básica para Idosos

Através da Prodabel, Prefeitura oferece curso que ensina pessoas com até 80 anos a utilizar computadores.

16/02/2018 | 15:31

“BH é da Gente” retoma atividades na Savassi neste domingo

No domingo, dia 18 de fevereiro, o programa “BH é da Gente” retoma atividades na Savassi com atrações como oficina e apresentação musical.

15/02/2018 | 19:03