Pular para o conteúdo principal

Seis jogadores de vôlei, dos quais um é cadeirante, e dois técnicos de esporte, posam para foto na quadra.
Foto: Marcelo Machado/PBH

PBH abre processo para contratação de profissionais para o Vôlei sem Limites

11/04/2019 | 21:25 | atualizado em 16/04/2019 | 20:38
A Prefeitura de Belo Horizonte publicou, na quarta-feira, dia 10 de abril, o edital do Processo Seletivo Simplificado para contratação de profissionais para atuarem no projeto “Vôlei Sem Limites” da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

 

É ofertada uma vaga para Fisioterapeuta, e são exigidos como pré-requisitos o diploma de conclusão de curso superior de Fisioterapia, mínimo dois anos de experiência profissional comprovada nessa área, bem como registro ativo no Conselho Regional de Fisioterapia. A remuneração é de R$ 416,90 mais vale-transporte, para 4 horas de jornada semanal.

 

Uma vaga também é oferecida para Técnico/Treinador de Projetos de Formação e Rendimento e exige-se, como pré-requisitos, o diploma de conclusão de curso superior em Educação Física na modalidade licenciatura ou bacharelado, registro ativo no conselho correspondente e, no mínimo um ano de experiência profissional comprovada na modalidade de vôlei. A remuneração é de R$ 1.500 + mais benefícios, para uma jornada semanal de 12 horas.

 

A seleção terá etapa única, realizada por meio de análise curricular, de caráter classificatório e eliminatório. Para participar, os candidatos deverão entregar a documentação comprobatória, conforme descrição e orientações contidas no edital nos dias 15 e 16 de abril, das 9h às 16h30, na Central de Atendimento da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão (avenida Augusto de Lima, 30, 1º andar - Centro).

 

O resultado dos aprovados será divulgado no portal da Prefeitura.  O prazo da contratação é de seis meses, prorrogável por até quatro vezes, por igual período, de acordo com a necessidade da administração municipal.

 

O projeto

O “Vôlei Sem Limites” conta com recursos do programa Minas Esportiva do Governo de Minas Gerais, por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte. O projeto integra o programa Superar. Por meio dele, cerca de 950 atletas com deficiência física, visual, intelectual, auditiva, múltipla e autismo são atendidas. São homens de 15 a 45 anos com membros inferiores amputados, lesões articulares nos joelhos e paralisia cerebral leve.

 

A equipe de vôlei sentado realiza os treinos no ginásio do Superar (avenida Nossa Senhora de Fátima, 2283, no bairro Carlos Prates).

 

O projeto oferece diversos benefícios, entre eles as viagens realizadas pelo time para competições em outros estados, o que contribui para a profissionalização da equipe e proporciona oportunidades de passeios turísticos.

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Mapa de intervenção na rua Simão Tamm, no bairro Cachoeirinha, entre os dias 26 e 29/4. Intervenção no Cachoeirinha apresenta modelo de rua mais segura para pedestres

Intervenção temporária realizada pela Prefeitura na rua Simão Tamm, no Cachoeirinha, apresenta modelo de rua mais segura para os pedestres.

24/04/2019 | 20:37
Mapa de operação especial de trânsito no entorno do Mineirão para o show do Los Hermanos no dia 26/4. Entorno do Mineirão tem operação de trânsito para show do Los Hermanos

Na sexta-feira, dia 26/4, BHTrans realiza operação especial de trânsito e transportes em função do show do Los Hermanos, no Mineirão.

23/04/2019 | 18:55