Pular para o conteúdo principal

Casa do Baile
Foto: Fred Tonucci

Pampulha Território Museus destaca a paisagem sonora da Casa do Baile

criado em 24/05/2021 - atualizado em 24/05/2021 | 18:28

A Secretaria Municipal de Cultura e a Fundação Municipal de Cultura, em parceria com o Instituto Periférico, apresentam a atividade “Arquitetura dos Sentidos - Pampulha Sonora”, integrante da programação educativa da Casa do Baile -  Centro de Referência de Arquitetura, Urbanismo e Design, no Pampulha Território Museus. A ação é mediada por Cássio Campos, coordenador da Casa do Baile, e acontece de forma virtual, estimulando a percepção da paisagem ao redor do edifício da Casa, por meio da audição. A atividade estará disponível no site www.pampulhaterritoriomuseus.com.br, nesta terça-feira, dia 25, às 10h.

 

O vídeo da atividade proporcionará um exercício de percepção e inventariação acústica da paisagem sonora do ambiente que rodeia a Casa do Baile. “Arquitetura dos Sentidos" é uma iniciativa recorrente, através de visitas mediadas sensoriais que estimulam outras formas de percepção do espaço para além do visual. 

 

A atividade é gratuita e de livre acesso ao público. Todo o processo de produção e gravação do vídeo ocorreu respeitando os protocolos de prevenção e combate à Covid-19 vigentes na cidade. 

 

O Pampulha Território Museus é uma realização da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, e do Instituto Periférico. 

 

A Casa do Baile 

 

A Casa do Baile - Centro de Referência de Arquitetura, Urbanismo e Design integra o Conjunto Moderno da Pampulha, declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, idealizado por Juscelino Kubitschek e projetado por Oscar Niemeyer na década de 1940. A função original do espaço era ser um pequeno restaurante dançante, de uso mais popular. A fim de garantir sua preservação e requalificar seu uso, desde 2002 funciona como Centro de Referência de Arquitetura, Urbanismo e Design. A Casa do Baile produz e abriga exposições, publicações, mostras, seminários, encontros e ações educativas relacionados aos temas de sua vocação museal. 

 

Sobre o Pampulha Territórios Museus  

 

O Museu de Arte da Pampulha (MAP) e a Casa do Baile são reconhecidos pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade, e o Museu Casa Kubitschek é um importante ícone da arquitetura residencial modernista. Os três são unidades museais presentes na paisagem cultural do Conjunto Moderno da Pampulha. Ao reconhecer sua importância e representatividade para Belo Horizonte, o “Pampulha Território Museus”, lançado em dezembro de 2020, busca promover cada um desses espaços, valorizando suas vocações museológicas e sua relação com a cidade.

 

Por meio da parceria entre a Fundação Municipal de Cultura e a OSC Instituto Periférico, selecionada por meio de edital, os museus recebem uma programação cultural inovadora, com exposições, atividades culturais e educativas, estimulando a participação ativa dos cidadãos. Até dezembro de 2021, a iniciativa realizará 3 exposições, 20 atividades culturais, 48 atividades educativas, 10 projetos de design e 3 publicações.