Pular para o conteúdo principal

Dois Guardas municipais fiscalizam van branca.
Foto: Divulgação PBH

Operação da Guarda Municipal combate o transporte clandestino de passageiros

05/07/2018 | 19:45 | atualizado em 05/11/2018 | 14:52

A Guarda Municipal de Belo Horizonte (GMBH) já efetuou 242 autuações na Operação de Combate ao Transporte Clandestino de Passageiros, que nesta quinta-feira, dia 5, completa seu quinto dia de abordagens. Os números ainda não incluem as autuações de hoje, que serão contabilizadas até o final do dia. A iniciativa está sendo realizada pelos agentes em parceria com a Polícia Militar, a BHTrans e o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG). O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de BH (Sintram) também integram o grupo.

 

A intercessão entre as ruas Tupinambás e Rio Grande do Sul e a avenida do Contorno, área apontada nos levantamentos da Guarda Municipal como local de maior incidência da atuação de motoristas que praticam o transporte irregular de passageiros, se tornou o alvo principal da operação, que tem mobilizado diariamente um efetivo de 50 agentes da GMBH e se estendido a outros pontos da capital, sempre de 6h às 21h.   

 

As autuações emitidas incluem não somente a prática de transporte irregular, mas também os demais tipos de infrações eventualmente constatadas pelos agentes durante as abordagens, como documentação vencida, veículos em péssimo estado de conservação, com excesso de passageiros, parados em local proibido e até casos de motoristas inabilitados.