Pular para o conteúdo principal

Paredes de cimento ao redor de um córrego, urbanizado para prevenção de enchentes em chuvas, durante o dia.
Foto: Divulgação PBH

Obras nos córregos Lareira e Marimbondo contribuem com a prevenção de enchentes

29/10/2019 | 16:30 | atualizado em 01/11/2019 | 16:22
São 23 os córregos que banham a região de Venda Nova, área de alta densidade populacional e intensa ocupação urbana. Entre eles estão os córregos Marimbondo e Lareira, que têm seus cursos d’água seguindo, respectivamente, por entre as ruas dos bairros Santa Mônica e São João Batista, locais que passam por obras de prevenção de enchentes e controle de cheias. Os serviços tiveram início em maio deste ano e estão sendo executados pela Prefeitura, por meio da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), com investimento de aproximadamente R$ 40 milhões, recursos repassados pelo Programa de Aceleração do Crescimento com contrapartida do Fundo Municipal de Saneamento. A previsão de entrega das obras é para o final de 2020.

 

No empreendimento do córrego Marimbondo, além de outras intervenções previstas, destaca-se a construção subterrânea de um minitúnel na rua José Maria Botelho, no quarteirão situado entre as ruas Rui Barbosa e Dorival Machado. Já foram escavados, montados e concretados 103 metros de um total de 256 metros de túnel. A utilização desse sistema construtivo, de acordo com a Sudecap,  não só proporciona a correção do curso d’água, como também reduz de forma significativa os impactos gerados para a população do entorno, no bairro Santa Mônica. Quando concluídos os 256 metros, será feita a interligação do minitúnel com a galeria principal existente na avenida Dr. Álvaro Camargo, antiga 12 de Outubro.

 

Já a intervenção no córrego Lareira contempla a construção de duas bacias de concreto armado, no trecho entre as ruas Hye Ribeiro e Elce Ribeiro, com a função de reter e controlar a vazão da água e, por conseguinte, evitar inundações à jusante. Já foram executadas a rede de drenagem nas ruas Augusto Franco, Oscarlina de Menezes e Hye Ribeiro e feita a canalização do córrego em canal aberto entre a avenida Dr. Álvaro Camargo e a rua Augusto Franco, além da travessia em canal fechado nesta última rua. Nos dois empreendimentos estão previstas a implantação de interceptores de esgoto e redes coletoras nas margens dos córregos, áreas de lazer e uso social.

 

O superintendente de Desenvolvimento da Capital, Henrique Castilho, assinala que a obra vai beneficiar os moradores da região, além de promover o bom funcionamento do sistema para prevenção de enchentes. “Nós temos um compromisso com o cidadão e estamos trabalhando com muito empenho para que a chuva não seja motivo de risco e preocupação para os moradores desta região de Venda Nova. Além disso, com a implantação dos interceptores de esgoto, a população poderá perceber uma sensível melhora na qualidade de vida e nas condições sanitárias do local”, afirma Castilho.

 

Os cursos d’água dos córregos Marimbondo e Lareira deságuam no córrego canalizado da avenida Dr. Álvaro Camargo, o córrego Borges, popularmente conhecido como córrego do Nado, que segue seu curso até o encontro com o córrego da avenida Vilarinho, ambos afluentes do Ribeirão Isidoro. A expectativa é de que, ao regular as vazões dos córregos Marimbondo e Lareira, melhora-se a capacidade de escoamento do córrego Vilarinho.

 

 

29/10/2019. Obras nos córregos Lareira e Marimbondo. Fotos: Divulgação/PBH


Últimas Notícias

Informativo sobre o Cornavírus em Belo Horizonte Reuniões do Conselho Municipal de Política Urbana serão de forma virtual

O calendário de reuniões do Conselho Municipal de Política Urbana será retomado de modo virtual a partir da próxima quinta-feira, dia 28.

25/05/2020 | 19:45
Mão segurando um celular com a tela do novo Portal de Serviços da Prefeitura PBH disponibiliza serviço de Identificação de Condutor Infrator pela internet

O serviço possibilita ao munícipe indicar o motorista que estava conduzindo o seu veículo no momento da infração.

21/05/2020 | 09:59