Pular para o conteúdo principal

Arte feita pela PBH
Foto: Arte/PBH

Movimenta PBH promove palestra virtual sobre saúde da mulher

23/03/2021 | 12:17 | atualizado em 09/04/2021 | 16:50

“Quando falamos na saúde das mulheres, pensamos em prevenção, e pequenos cuidados que adotamos no dia a dia fazem toda a diferença”, afirmou a enfermeira Elisa Resende no encontro virtual sobre a saúde da mulher promovido pelo programa Movimenta PBH. A palestra foi realizada em 11 de março, na plataforma de Ensino a Distância da Prefeitura.  A enfermeira deu dicas sobre cuidados com a saúde da mulher, falando também sobre climatério, câncer de mama e do colo de útero. 

 

Elisa explicou quais são os cinco passos para a promoção da saúde e prevenção de doenças: alimentação saudável, boa reposição hídrica, atividade física regular, controle do estresse e equilíbrio do sono. Temos que cuidar também de nossa saúde emocional. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, ela também faz parte do nosso ciclo para conseguir ter uma vida melhor. “Estes cinco passos estão interligados, mas não há necessidade de realizá-los todos de uma só vez. Se a pessoa consegue concluir um passo, o próximo será muito mais fácil de ser feito, e assim sucessivamente”, disse. 

 

Em relação ao climatério, a enfermeira esclareceu que ele é o período de transição em que a mulher passa da fase reprodutiva para a fase de pós-menopausa. “Para enfrentar essa fase devemos beber bastante água, usar roupas leves, procurar um ambiente fresco e ventilado, praticar exercícios físicos leves regularmente, evitar fumo, álcool ou outras drogas, ter uma alimentação saudável e tomar sol frequentemente, lembrando de usar o  protetor solar sempre. É bom ressaltar que os homens também passam por esta fase, com o nome de andropausa. E eles também devem procurar um profissional da saúde, que indicará qual o tratamento adequado”. 

 

Elisa relatou que cânceres mais comuns entre as mulheres são o de mama e o do colo do útero. O primeiro é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células da mama e pode ser detectado por meio do autoexame, do exame clínico, pela mamografia e ultrassonografia. Alguns sintomas do câncer de mama são nódulos, vermelhidão, inchaço, irritação, dor no mamilo, inversão ou a descamação do mamilo. 

 

“Devemos sempre fazer consultas periódicas com especialistas, tanto as mulheres quanto os homens. A mamografia é muito importante, pois é o único exame que consegue detectar um nódulo menor do que um centímetro. A ultrassonografia é a avaliação por imagem das lesões palpáveis identificadas no exame clínico feito pelo médico em mulheres com menos de 35 anos”, explicou.

 

Já o câncer de colo de útero é um tipo de tumor maligno que pode ser de dois tipos: os carcinomas de células escamosas ocorrem na maioria dos casos, e normalmente são ocasionados pela presença do vírus HPV, e os adenocarcinomas, cânceres de colo de útero menos comuns, mas que também podem aparecer. O Ministério da Saúde disponibiliza a vacina contra o HPV no Sistema Único de Saúde. 

 

Andréa Pinheiro é professora na Escola Municipal Presidente João Pessoa e participou do encontro on-line. “Os tópicos abordados foram muito interessantes para a saúde feminina. Considero essas iniciativas do Movimenta PBH importantes, sobretudo nesse período de pandemia”, concluiu.