Pular para o conteúdo principal

Arte feita pela Prefeitura
Foto: Arte/PBH

Modernização da área de Gestão de Pessoas na PBH foi tema de encontro na PUC

criado em 09/12/2021 - atualizado em 13/12/2021 | 16:34

Os avanços na área de gestão de pessoas alcançados pela Prefeitura de Belo Horizonte nos últimos anos foi tema de um encontro virtual promovido pela PUC Minas, na terça-feira, dia 7. As informações foram dadas pela subsecretária de Gestão de Pessoas da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, Fernanda Neves, durante o bate-papo, que contou com professores e alunos da universidade.

A professora Carolina Resende destacou o importante papel da área de gestão de pessoas no âmbito da administração pública.” Representa um desafio muito grande, pois temos um sistema muito diferente do mercado quando falamos da gestão de pessoas na área pública, principalmente no sentido da modernização e atualização de suas políticas e práticas. A Prefeitura de Belo Horizonte tem uma importante experiência recente de centralização administrativa e gestão estratégica de pessoas”, disse. 

Fernanda contou que, em 2017, a Prefeitura buscou compor equipes técnicas nas diversas áreas da administração municipal e o Planejamento busca fazer a integração entre estas áreas. O desafio, segundo ela, era o de implantar um modelo de gestão integrado e estratégico. 

A subsecretária explicou que a prestação de serviços no município é mais direta e possui mais visibilidade do que o Estado ou a União. “Às vezes, a pessoa nem sabe identificar a quem cabe determinado serviço. Quando entrei na Prefeitura, eu achava que a gestão de pessoas era melhor que a do Estado, mas vimos que havia um estado dentro do município. O setor de Recursos Humanos era regionalizado. Tínhamos nove regionais fazendo gestões de RH independentes, sem que houvesse integração. Fizemos um diagnóstico da situação e reestruturamos o modelo de gestão de pessoas da administração municipal”, revelou Fernanda. 

Nesse processo, a área de política de gestão de pessoas foi separada do setor operacional e desenvolvemos projetos de modernização da administração de pessoal. 

“Para se ter uma ideia, em 2017 as pessoas assinavam o ponto na mão. O próprio sistema de pessoal não conversava entre si. O tempo de serviço impacta numa série de coisas, como benefícios, quinquênio e outros e não tínhamos os dados atualizados no sistema. Estava tudo no papel. Fizemos a modernização da gestão de pessoas. Saneamos as pastas funcionais e fizemos uma triagem de material”, relatou a subsecretária. 

Fernanda disse que sua equipe está digitalizando sua base de informação e a próxima fase é ter os processos totalmente automatizados, desde o ingresso do servidor até sua aposentadoria. 

Fernanda esclareceu aos participantes virtuais do encontro que a política de gestão de pessoas está sendo estruturada para trabalhar de forma integrada às diversas áreas. “Procuramos trabalhar melhor a profissionalização do gestor público no município. Temos de ter a visão de resultados em médio e longo prazo, mas devemos ter entregas de curto prazo que não nos deixem desanimar de seguir as metas. Comemoramos cada passo conquistado e estamos sempre motivando a nossa equipe. Quando fazemos o balanço de tudo o que fizemos é o momento de vermos como fizemos muito. É importante a área de RH se reestruturar,  com este olhar de modernização. Hoje estamos implantando a gestão estratégica de pessoas nos RHs das secretarias. A área de RH é desafiadora, mas você tem que acreditar nas suas metas”. 

 A subsecretária enfatizou que para alcançar as metas programadas é fundamental ter uma relação de transparência com os representantes dos servidores. “Isto é uma premissa desta administração municipal. Criamos projetos na área de saúde funcional para os servidores com uma Gerência que cuida destes casos. Estamos também com um projeto de inclusão do servidor com deficiência e no desenvolvimento da política de engajamento e participação dos funcionários públicos”, concluiu. 

Assista ao encontro virtual neste link!