Pular para o conteúdo principal

Doze membros do Conselho Superior da Procuradoria-Geral do Município tomaram posse na terça-feira, dia 14 de novembro.
Foto: Adão de Souza/PBH

Membros do Conselho Superior da PGM são empossados

16/11/2017 | 18:39 | atualizado em 16/11/2017 | 18:46

Em solenidade realizada na noite da terça-feira, dia 14 de novembro, na sede da Prefeitura, tomaram posse os primeiros integrantes do Conselho Superior da Procuradoria-Geral do Município. Instituído na reforma administrativa, o conselho é presidido pelo procurador-geral Tomáz de Aquino Resende e composto; além do presidente e do procurador-geral adjunto, Marlus Keller Rianni; por dois procuradores municipais mais antigos na carreira e por três procuradores municipais; titulares e suplentes, estáveis no cargo, eleitos pelos demais procuradores municipais, para mandato de dois anos.

 

De acordo com o resultado da eleição realizada no dia 31 de outubro, foram empossados como conselheiros titulares os procuradores Renato José Barbosa Dias, Eduardo Magalhães Vilela, James Henrique Souza Peixoto, Marcelo Veiga Franco e Cristiano Reis Giuliani; e como conselheiros suplentes, os procuradores Alexandre Augusto Silva Pereira, Rodrigo Rabelo de Faria, Adriana Maria de Barros Fattini, Roberto José de Paiva e Farley Tarcísio Ladeia Barbosa.

 

Após a assinatura do termo de posse, o procurador-geral, Tomáz de Aquino Resende, declarou aberta a primeira sessão do conselho e passou a palavra ao procurador Renato José Barbosa Dias, o conselheiro mais votado por seus pares. Renato agradeceu ao procurador-geral por ter sido sensível à aspiração da equipe de procuradores municipais, que há tempos pleiteava a criação do conselho. Além disso, ele sintetizou a importância do novo foro em três pontos: a democratização das decisões na Procuradoria, o equilíbrio na relação entre o governo municipal eleito e os procuradores efetivos, e a racionalização dos serviços prestados pela PGM, sob o binômio compromisso e responsabilidade.

 

Em suas palavras, Tomáz de Aquino Resende ressaltou que o conselho irá contribuir para que a Procuradoria-Geral do Município seja um órgão mais independente, mais bem estruturado e atuante no exercício de suas funções de representar e defender o município de Belo Horizonte. Ele lembrou, ainda, que o conselho, como uma instância de compartilhamento democrático de decisões, torna a PGM mais forte e capacitada a sustentar os dois principais pilares da administração municipal: a aplicação da lei e a arrecadação de tributos. O procurador-geral encerrou a solenidade convocando a próxima reunião para o dia 5 de dezembro, tendo em pauta a elaboração do estatuto do conselho.


Últimas Notícias

Setembro verde: mês da pessoa com deficiência. Rumo a uma cidade inclusiva e sustentável. Torcedores com deficiência entram em campo na luta pela inclusão

Torcedores com deficiência entrarão em campo com atletas do Cruzeiro e do Flamengo neste sábado, dia 21/9, no Mineirão.

20/09/2019 | 23:18
Casal passeia com criança em cadeira de rodinhas e outroas pessoas caminham na Savassi, no domingo, durante o dia. BH é da Gente oferece ioga, encontro de carros e orientação nutricional

Show de talentos, ioga, encontro de carros e orientação nutricional são atrações do BH é da Gente no domingo, dia 22/9.

19/09/2019 | 20:26