Pular para o conteúdo principal

Grupo Galpão celebra 35 anos com peça no Francisco Nunes

20/06/2017 | 09:41 | atualizado em 22/06/2017 | 08:51

O Grupo Galpão, uma das companhias mais importantes do cenário teatral brasileiro, completa 35 anos de atividade contínua, em 2017. Como parte das comemorações, o Teatro Francisco Nunes recebe neste final de semana o espetáculo “Tio Vânia – aos que vieram depois de nós”. Escrita por Anton Tchékhov, a peça aborda a perda a perda das ilusões e a necessidade humana de se reinventar e enfrentar o futuro. Os ingressos serão vendidos por R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia) na bilheteria do teatro.

 

Ambientada no final do século XIX, em uma propriedade rural russa decadente, a peça traz Vânia, o protagonista, que descobre aos cinquenta anos que desempenhou um papel secundário na sua vida. Isso ocorre depois que o viúvo de sua irmã passa a viver na mesma fazenda que Vânia, junto de sua jovem esposa. A chegada do casal muda completamente a rotina da casa, gerando intrigas e tensões entre seus moradores.

 

O espetáculo foi escolhido pelo Galpão como uma forma de retratar a maturidade do grupo, que completava 30 anos de existência em 2012. Foi feita uma investigação sobre algumas obras contemporâneas de Anton Tchékhov, adaptações de suas peças e até detalhes de sua vida pessoal. Essa aproximação indicou o desejo de uma releitura coletiva dos textos originais do autor russo, que o grupo já havia entrado em contato em 2008, quando foi dirigido por Enrique Diaz no processo de criação de “As três irmãs”. Desta vez, a direção fica por conta de Yara de Novaes expoente da mesma geração teatral que a maioria dos integrantes do Grupo Galpão se identifica.

 

Desde os ensaios antes do lançamento, que aconteceu em 2011, os atores do Galpão mergulharam fundo no texto de Tchékov e, por isso, foram capazes de identificar nos diálogos e na trama da peça a angústia, os anseios e as dúvidas dos personagens diante da banalidade da vida.

 

O Grupo Galpão

O Grupo Galpão é uma das companhias mais importantes do cenário teatral brasileiro, cuja origem está ligada à tradição do teatro popular e de rua. Criado em 1982, o grupo desenvolve um teatro que alia rigor, pesquisa, busca de linguagem, com montagem de peças que possuem grande poder de comunicação com o público. Sediado em Belo Horizonte, é um dos grupos brasileiros que mais viaja, não só pelo país como também pelo exterior, já tendo percorrido o território brasileiro de norte a sul e participado de vários festivais em países da América Latina, América do Norte e Europa. Sem fórmulas e sem métodos definidos, o Galpão sempre pautou sua prática por um teatro de grupo, que não só monta espetáculos, mas que se propõe também a uma permanente reflexão sobre a ética do ator e do teatro, inserido em um amplo universo social e cultural.

 

“Tio Vânia – aos que vieram depois de nós” – Grupo Galpão

De 22 a 25 de junho | quinta a sábado, às 20h; domingo, às 19h

Teatro Francisco Nunes (Av. Afonso Pena, s/nº, Parque Municipal – Centro)

Ingressos: R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia)

Informações para o público: (31) 3277-6325

Espetáculo Tio Vânia - Grupo Galpão
Espetáculo Tio Vânia - Grupo Galpão
Espetáculo Tio Vânia - Grupo Galpão
Espetáculo Tio Vânia - Grupo Galpão