Pular para o conteúdo principal

Arte feita pela PBH
Foto: Arte/PBH

Escola Livre de Artes Arena da Cultura abre inscrições para cursos gratuitos

criado em 15/02/2022 - atualizado em 15/02/2022 | 18:43

As inscrições para as atividades da Escola Livre de Artes Arena da Cultura foram abertas nesta nesta terça-feira, dia 15. As ações terão formato presencial em equipamentos culturais públicos municipais descentralizados e virtual, por meio da Escola Expandida. Serão oferecidas cerca de 2 mil vagas para cursos de formação  em todas as áreas artísticas da Escola, com atividades para todas as faixas etárias, além dos Encontros de Brinquedos e Brincadeiras e estudos sobre cultura da infância. As aulas on-line seguem sendo ministradas através da plataforma de Educação Aberta a Distância (EAD), desenvolvida pela Prefeitura.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até dois dias úteis antes da aula inaugural ou durante as duas primeiras semanas de aula, caso haja vagas. O link para inscrição, bem como a relação de todas as atividades disponíveis e suas respectivas datas, pode ser acessado neste site. As atividades on-line iniciarão em 21 de fevereiro, enquanto as atividades presenciais descentralizadas nos equipamentos culturais começarão no dia 24. Os cursos de longa duração iniciarão na primeira semana de março.

Secretária municipal de Cultura e presidenta interina da Fundação Municipal de Cultura, Fabíola Moulin celebra o início de mais um ano letivo da ELA-Arena. "A Escola Livre de Artes Arena da Cultura é fundamental dentro da política pública de formação e descentralização artística e cultural desenvolvida pela Prefeitura, oferecendo atividades, cursos e oficinas, de forma totalmente gratuita, nas nove regiões administrativas de BH. Somente em 2021, a ELA-Arena, por meio da Escola Expandida, ofertou 5.940 vagas e mais de 200 ações formativas, assegurando a continuidade do atendimento para centenas de estudantes, mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia. A abertura do ano letivo, nesse momento, representa um passo importante na continuidade desta política pública, com a oferta à população de novas atividades formativas, on-line e presenciais, que poderão ser realizadas ao longo de 2022" , destaca a secretária.

Ao todo, serão mais de 110 ações de formação artística e cultural ofertadas, entre workshops, laboratórios de pesquisa, minicurso e oficinas nas áreas de artes visuais, circo, dança, design popular, música, patrimônio cultural, teatro, audiovisual, bastidores das artes e gestão e produção cultural, além do módulo Transversal, que contempla conteúdos de várias áreas abrangidas pela ELA-Arena em uma só atividade. Todos os 17 centros culturais e o Centro de Referência da Cultura Popular e Tradicional Lagoa do Nado (CRCP) receberão atividades presenciais seguindo protocolos vigentes de prevenção à Covid-19, incluindo encontros do Projeto Brinquedos e Brincadeiras. Também estão previstas atividades presenciais para estudantes em curso no Núcleo de Formação e Criação Artística e Cultural (NUFAC).

Os interessados em participar das ações formativas, que têm vagas limitadas, devem ter a partir de 14 anos ou acessar as atividades específicas para todas as idades, ou, ainda, aquelas direcionadas às crianças. Caso o número de inscritos exceda o número de vagas disponíveis, será feita uma seleção pautada pelos critérios de assiduidade, pontualidade, presença qualificada e contribuição para o grupo de trabalho nos primeiros encontros. Para se inscrever nas ações da Escola Expandida, que contam com aulas exclusivamente on-line, não é necessário residir em Belo Horizonte. 

A diretora de Promoção dos Direitos Culturais da Fundação Municipal de Cultura, Bárbara Bof, destaca que a ELA-Arena segue com a Escola Expandida, além da oferta de aulas presenciais, seguindo os protocolos de combate e prevenção à covid-19. "Ainda que o momento atual siga exigindo atenção à segurança sanitária, a Escola Livre de Artes Arena da Cultura prepara-se para um reencontro muito importante com a cidade, a realização de encontros presenciais ao ar livre nos centros culturais e CRCP Lagoa do Nado. As atividades descentralizadas são, sem dúvida, um pilar da Escola, um alicerce do Arena desde as suas origens nas periferias de BH, na década de 1990. É um momento simbólico para a democratização do acesso e a garantia do direito cultural. Em contrapartida, seguimos com as aulas on-line, por meio da Escola Expandida, buscando equilibrar a oferta e atender a demanda de parte dos(as) estudantes", afirma Bárbara Bof.