Pular para o conteúdo principal

Técnicos da Sudecap em vistoria no bairro Taquaril
Foto: Divulgação PBH

Equipes da Sudecap reforçam vistorias preventivas em áreas de Belo Horizonte

27/01/2020 | 19:27 | atualizado em 03/02/2020 | 19:21

Cerca de 50 engenheiros da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) começaram a atuar, neste final de semana, em vistorias e avaliação de riscos em Belo Horizonte, em razão das fortes chuvas que atingem a cidade. Os profissionais têm a tarefa de verificar áreas sob risco de escorregamentos ou deslizamentos, desabamento de edificações e alagamentos, entre outras situações.

 

Os engenheiros foram disponibilizados pela Sudecap à Defesa Civil, e a estimativa é que eles realizem 570 vistorias. Além desse trabalho extra, as equipes da Sudecap continuam com o trabalho de desobstrução de vias, supressão e podas de árvores, limpeza de bocas-de-lobo e estabilizações emergenciais de encostas com sacaria e lonas para evitar novos deslizamentos. 

 

“Neste momento de grande fragilidade que muitas pessoas estão vivendo por conta das chuvas, a Prefeitura tem se empenhado ao máximo para trazer mais segurança. Nessa hora, não importa se o trabalho a ser feito é de um órgão ou de outro. O mais importante é que o trabalho seja feito e que nossos cidadãos estejam em segurança”, ressalta Henrique Castilho, Superintendente da Sudecap.

 

Mesmo com a diminuição das chuvas, é preciso que os moradores fiquem atentos aos possíveis sinais de risco geológico. Trinca nas paredes, água empoçando no quintal, portas e janelas emperrando, rachaduras no solo, água minando da base de um barranco ou até mesmo na inclinação de poste ou árvores podem indicar risco para um imóvel.

 

Durante a visita, os técnicos avaliam as condições do local e a possibilidade de o morador permanecer no imóvel. Caso seja necessário deixar a residência, é extremamente importante que os moradores sigam a orientação o quanto antes para garantir sua integridade física. A Prefeitura de Belo Horizonte já reservou vagas em pousadas para atender as pessoas que apresentarem essa demanda, incluindo quatro refeições diárias.

 

Também são feitas recomendações práticas de intervenções a serem providenciadas pelos moradores, como o reforço de estruturas, construção de contenções e supressão de árvores dentro do terreno. Caso algum dos sinais sejam observados, a população deve solicitar uma vistoria da Defesa Civil de Belo Horizonte pelo número 199.

 


Últimas Notícias

Mapa descrevendo o desvio na Av. Afonso Pena BHTrans faz operação de trânsito para Carnaval 2020 na avenida Afonso Pena

Para a segurança de todos, a BHTrans orienta os motoristas que redobrem a atenção e respeitem a sinalização implantada.

21/02/2020 | 14:02
Mãe segurando a filha no Hospital Odilon Behrens Hospital Odilon Behrens oferece uma rede ampla de atenção à gestante

As mulheres são atendidas por demanda espontânea ou por meio de encaminhamento feito por outros serviços de saúde.

21/02/2020 | 12:41