Pular para o conteúdo principal

Equipe do Superar conquista 8 vagas para Brasileiro de bocha paralímpica
Divulgação

Equipe do Superar conquista 8 vagas para Brasileiro de bocha paralímpica

27/05/2019 | 20:17 | atualizado em 14/11/2019 | 19:33

Oito atletas do programa Superar, da Prefeitura de Belo Horizonte, obtiveram classificação em uma seletiva nacional de Bocha Paralímpica (Leste), disputada entre os dias 24 e 26 de maio no Rio de Janeiro. A competição mobilizou atletas de Belo Horizonte, Juiz de Fora, Colatina (ES), Campos (RJ), Petrópolis (RJ), Niterói (RJ) e Rio de Janeiro. 

 

Belo Horizonte foi representada por oito atletas: Eduardo, Lupércia, Felipe, Fábio Júlio, Keila, Guilherme, Daniel e Fernanda. Todos se classificaram para o Brasileiro (Etapa Leste) que será disputado no Rio de Janeiro, na Arena Carioca, de 14 a 16 de junho.

 

Felipe e Eduardo se classificaram na terceira colocação. Os demais ficaram entre o quinto e o oitavo lugar. “O nível técnico é muito alto e a exigência psicológica também. O importante é que todos da equipe conseguiram vaga para a competição de junho”, comemora João Bernardo, responsável técnico pela equipe Associação Paradesportiva e Esportiva de Belo Horizonte (APEBH)/Superar.

 

Programa desenvolvido pela Prefeitura de Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, o Superar promove a inclusão social da pessoa com deficiência por meio do esporte. A equipe de bocha paraolímpica é uma parceria entre o Superar e a Associação Paradesportiva e Esportiva de Belo Horizonte (APEBH).

 

 

O programa

O Superar atende alunos com deficiência física, visual, intelectual, auditiva, múltipla e com autismo. São mais de 900 alunos inscritos em 16 modalidades esportivas. O programa conta com dois centros de referência (Centro de Referência para a Pessoa com Deficiência e Escola Municipal de Ensino Especial Frei Leopoldo) e seis núcleos regionalizados (Colégio Marconi, Clube Palmeiras, escolas estaduais de ensino especial Amaro Neves e João Moreira Salles, Associação de Deficientes Visuais de Belo Horizonte e Associação de Surdos).

 

As 16 modalidades oferecidas são atletismo, basquetebol, bocha regular, bocha paralímpica, dança, futsal, goalball, judô, natação, patinação, rúgbi em cadeira de rodas, tênis de mesa, voleibol sentado, parataekwondo, funcional e percussão. 

 

As aulas de bocha paralímpica no Centro de Referência para a Pessoa com Deficiência ocorrem as quartas e sextas, das 8h30 às 9h30 e das 15h às 17h30. Para ingressar no Superar é preciso ter idade superior a seis anos e apresentar laudo de deficiência, condicionado à existência de vagas. Informações podem ser obtidas pelo e-mail superar@pbh.gov.br ou pelos telefones 3277- 4546 e 7681.


Últimas Notícias

8º Simbravisa: Simpósio Brasileiro de Vigilância Sanitária. Desburocratização da Vigilância Sanitária ganha destaque em simpósio nacional

O Licenciamento Sanitário Simplificado será um dos destaques no 8º Simpósio Brasileiro de Vigilância Sanitária, que acontece de 23 a 27/11.

21/11/2019 | 18:59
Foto artística com rosto de mulher negra com turbante azul e pinturas afro brancas no rosto, com cascas e árvore e folhas no fundo. Centro Cultural Alto Vera Cruz inaugura exposição fotográfica “Pretas no Branco”

O evento é gratuito, acontece no Centro Cultural Alto Vera Cruz no dia 23/11, às 15h, e conta com apresentações musicais e desfile.

21/11/2019 | 18:30