Pular para o conteúdo principal

Criança sendo vacinada
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Crianças entre 6 meses e 2 anos, com comorbidades, serão vacinadas contra Covid

criado em 16/11/2022 - atualizado em 16/11/2022 | 16:56

A Prefeitura de Belo Horizonte começa a vacinar contra a Covid-19, nesta quinta-feira (17), crianças com comorbidades de 6 meses a 2 anos, 11 meses e 29 dias completos até a data da aplicação. A imunização será realizada em um centro de saúde de cada uma das nove regionais. Os locais e horários estão disponíveis on-line.

 

O município recebeu da Secretaria de Estado de Saúde aproximadamente 5,6 mil doses da Pfizer pediátrica. Com essa remessa será possível vacinar 2.840 crianças com duas doses do imunizante, já que para a segunda dose o intervalo mínimo é de 28 dias. O grupo convocado corresponde a 4,6% do total de 61.740 bebês da faixa etária em Belo Horizonte.

 

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, estão elegíveis para se vacinar as crianças de 6 meses a 2 anos, 11 meses e 29 dias com as seguintes comorbidades:

 

- Diabetes mellitus;
- Pneumopatias crônicas graves;
- Hipertensão Arterial Resistente (HAR);

- Hipertensão arterial estágio 3;
- Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo;
- Insuficiência cardíaca (IC);
- Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar;
- Cardiopatia hipertensiva;
- Síndromes coronarianas;
- Valvopatias;
- Miocardiopatias e Pericardiopatias;
- Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas;
- Arritmias cardíacas;
- Cardiopatias congênitas;
- Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados;
- Doenças neurológicas crônicas;
- Doença renal crônica;
- Imunocomprometidos;
- Hemoglobinopatias graves;
- Obesidade mórbida;
- Síndrome de Down;
- Cirrose hepática.

 

Para se vacinar, as crianças não podem ter tido Covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias. Além disso, devem estar acompanhadas dos pais ou responsáveis e apresentar, preferencialmente, o documento de identificação com foto ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de endereço e cartão de vacina. Caso o acompanhamento seja por terceiros, é necessário apresentar o termo de autorização para vacinação, devidamente preenchido e assinado pelos pais ou responsáveis.

 

No momento da a aplicação, a orientação é que apresente um comprovante, podendo ser utilizado: laudos, declarações, prescrições médicas ou relatórios médicos com descritivo ou CID da doença ou condição de saúde (emitidos em até 12 meses antes da data da vacinação), assinado e carimbado, em versão original.