Pular para o conteúdo principal

Guardas Municipais em frente uma viatura com linhas cortantes apreendidas
Foto: Divulgação PBH

Combate ao uso de linhas cortantes faz parte da rotina da Guarda Municipal de BH

11/06/2020 | 16:41 | atualizado em 16/06/2020 | 18:53

A Campanha “Cerol Mata!”, que foi lançada pela Prefeitura de Belo Horizonte em 2017, este ano entra em sua quarta edição. Ela é realizada pela Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção, por meio da Guarda Municipal, e tem como objetivo conscientizar a população sobre os riscos do uso de linhas cortantes para empinar papagaios. 

 

Tradicionalmente, as primeiras ações da campanha são marcadas por palestras educativas, realizadas pela Patrulha Escolar da Guarda Municipal, na rede de ensino da capital, no período que antecede as férias de julho. Na segunda fase, atividades preventivas são promovidas por meio de blitzen para a abordagem de motociclistas – que receberam antenas de proteção contra as linhas cortantes –, além da distribuição de folhetos educativos sobre os riscos e punições a que as pessoas que usam cerol ou linha chilena estão sujeitas. 

 

Este ano, devido à suspensão das aulas por causa da pandemia da Covid-19, as abordagens da Guarda Municipal estão ocorrendo sempre que os agentes deparam, durante as rondas preventivas rotineiras realizadas por toda a cidade, com o uso de cerol ou linha chilena por pessoas que estão empinando pipas nas ruas, praças e demais espaços públicos.

 

A legislação proíbe o uso das linhas cortantes, ficando o responsável sujeito ao pagamento de multas que variam entre  R$ 100 e R$ 1,5 mil, podendo ser ainda punido criminalmente, nos casos em que o cerol ou a linha chilena causar vítimas com ferimentos ou morte. Quem é flagrado usando linhas cortantes e não entrega espontaneamente o material ao ser abordado por um guarda municipal é imediatamente encaminhado a uma unidade policial.

 


Números

Em 2019 a Guarda Municipal registrou oito ocorrências relacionadas ao uso de cerol ou linha chilena e apreendeu 22 latas envoltas com linhas cortantes. Somente de janeiro até o início de junho de 2020, os guardas municipais registraram sete ocorrências relacionadas ao uso de cerol ou linha chilena e apreenderam 125 latas envoltas com linhas cortantes. 


Últimas Notícias

Realização do evento cultura Sound System Circuito em Casa reúne 20 atrações culturais em uma semana

O Circuito encerra a sua programação de julho e já inicia a de agosto com 20 diferentes atrações.

27/07/2020 | 17:32
Informações sobre a Covid-19 Mais de 3,5 mil pessoas são abordadas desde a lei que obriga o uso de máscaras

Entre os cidadãos abordados, 1.606 estavam devidamente equipados e outros 1.925 estavam em desacordo com a legislação.

21/07/2020 | 14:48