Pular para o conteúdo principal

Fachada da Prefeitura de Belo Horizonte durante o dia.
Foto: Divino Advíncula

Campanha de Desligamento da TV Analógica foi lançada na PBH

05/04/2017 | 19:55 | atualizado em 28/06/2018 | 14:07

Foi lançada nesta quinta-feira, dia 6 de abril, na sede da Prefeitura de Belo Horizonte, campanha que vai orientar a população sobre o desligamento do sinal analógico de TV, que acontecerá no dia 27 de julho. A campanha, que está sendo transmitida pelas emissoras de TV, será intensificada a partir de 12 de maio em todos os 38 municípios que formam a Região Metropolitana de Belo Horizonte.

 

Participaram do evento o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, o presidente da Associação Mineira de Rádio e Televisão (AMIRT), Mayrinck Júnior e representantes da Associação Brasileira de Rádio e TV (ABERT), e do Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão de Minas Gerais (SERTMG).

 

Para o prefeito Alexandre Kalil, a mudança de sinal é um passo importante para o desenvolvimento da cidade. “O momento é importante por ser um momento de troca de tecnologia, um salto de tecnologia que está sendo feito de uma maneira inteligente e tranquila e que a população vem entendendo aos poucos. Como prefeito da cidade, penso que a melhor forma de colaborarmos com essa transição é colocar a Prefeitura, suas praças e suas ruas a disposição de todos para que nós divulguemos cada vez mais essa mudança importante. Temos uma rara oportunidade de todos se abraçarem para que se divulgue uma alteração tão significativa para a população de Belo Horizonte. Que essa tecnologia seja bem-vinda e que atinja todas as camadas da população. A nova tecnologia deve vir para todos, pois ela não serve só ao sistema como também à saúde e à educação e nós todos sabemos disso”, afirmou o prefeito.

 

Os organizadores da campanha ressaltaram que não é preciso esperar até 27 de julho para mudar para o sinal digital. A TV digital já está disponível em Belo Horizonte e na grande maioria das demais cidades que fazem parte dessa primeira fase do desligamento. Ela tem alta qualidade de som e uma imagem perfeita, sem interferências. Com a campanha, a expectativa é que toda a população seja informada corretamente sobre o processo. “Hoje estamos dando início ao processo com todas as emissoras com o objetivo de que todos tenham acesso às informações de como proceder para não ficar sem o sinal. Então, a campanha é para esclarecer que essa tecnologia está disponível gratuitamente para todas as pessoas. A campanha começa com um menor volume e vai aumentando, pois no dia 27 de julho, quem não tiver a tecnologia para receber o sinal digital vai ficar sem sinal de TV”, explicou o presidente da AMIRT, Mayrinck Júnior.

 

Para sintonizar a TV digital em qualquer tipo de TV, é preciso instalar um conversor e uma antena externa. As TVs de tela fina, mais modernas, já têm um conversor integrado. Nessas, basta conectar a antena externa na TV e sintonizar os canais digitais com uma busca automática.  Mas nem toda TV de tela fina é digital. Algumas fabricadas antes de 2012 também vão precisar do conversor, que é conectado à TV pra sintonizar os canais.

 

As TVs de tubo, mais antigas, também vão precisar de um conversor. Será preciso ligar a antena externa ao conversor, plugar o conversor na TV, fazer a busca e assistir à programação da TV digital com melhor imagem e melhor som.

 

O Governo vai distribuir gratuitamente para 422 mil famílias kits contendo: conversor, antena, cabos e conectores. Essas famílias devem fazer parte de algum programa social, como Luz para Todos, Minha Casa Minha Vida, Pronatec, ou Bolsa Família.

 

Para saber quem pode participar desses programas e tem direito de receber o kit gratuitamente ligue para 147 ou acesse www.sejadigital.com.br. O desligamento do sinal segue um cronograma definido pelo governo federal e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e já ocorreu em outras cidades, como São Paulo.