Pular para o conteúdo principal

Guarda Municipal, ao lado de viatura, segura dois diplomas de conclusão de cursos de línguas
Foto: Divulgação/PBH

BH em Pauta: Speak English? Hablas Español?

05/06/2017 | 17:17 | atualizado em 21/03/2018 | 14:47

Os grandes eventos internacionais agendados para o Brasil entre 2013 e 2016, como Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíada, motivaram guardas municipais de Belo Horizonte a estudarem outras línguas. Valdir Ferreira Campos optou pelo inglês, enquanto Ricardo Jerônimo de Oliveira preferiu o espanhol.

 

Valdir e Jerônimo são dois dos guardas municipais que já aproveitaram a oportunidade proporcionada pela Prefeitura de Belo Horizonte. Por meio da Secretaria de Segurança Urbana e Patrimonial, o município mantém duas professoras de Inglês e uma de Espanhol à disposição da Guarda, oferecendo cursos básicos e gratuitos, durante o ano todo.

 

Jerônimo fez as aulas de Espanhol entre 2006 e 2009. “Me identifiquei com a língua e isso foi fundamental para os inúmeros atendimentos que já fiz em Espanhol, durante eventos internacionais que a cidade recebe, seja prestando informações para turistas ou para registro de ocorrências envolvendo estrangeiros”, relata o guarda municipal.

 

Atualmente trabalhando na Defesa Civil, Jerônimo lê artigos e assiste canais em espanhol para não perder a prática. “A excelência do atendimento institucional se baseia em uma soma de esforços. Meu sonho é viajar para um país de língua espanhola, mas como ainda não tive essa chance, quero me manter preparado para todas as oportunidades que surgirem”, observa ele.

 

Lotado no setor de monitoramento de câmeras da Guarda Municipal, Valdir conta que até se inscrever nas aulas de inglês, teve contato com o idioma apenas na época de escola. A curiosidade natural acabou como grande aliada no aprendizado da língua. “Além de ir às aulas, eu também ouvia músicas americanas e tentava traduzir. Faço isso até hoje, para não perder a prática”, relata.

 

    Valdir começou a ter a habilidade com o inglês testada antes mesmo da Copa do Mundo de 2014. Como estava trabalhando à época na sede da Prefeitura de Belo Horizonte, ele se recorda de fornecer informações para turistas indianos, alemães e até japoneses, sempre falando em Inglês. “Como estava próximo ao Parque Municipal, não era difícil me deparar com algum estrangeiro precisando de alguma dica. Isso aconteceu muitas vezes também na Feira de Artesanatos da Avenida Afonso Pena”, completa ele.

 

Carga horária

 

Novas turmas são formadas periodicamente. O objetivo é oferecer a todos os guardas municipais a chance de aprender pelo menos um segundo idioma, permitindo a comunicação com turistas estrangeiros que eventualmente demandem por ajuda, seja para o registro de ocorrências de crime ou mesmo para obter uma informação rotineira.  Tal situação tem sido cada vez mais frequente, sobretudo nas imediações da Praça do Papa, Conjunto Moderno da Pampulha e Circuito Praça da Liberdade, locais que atraem mais visitantes internacionais.

 

Os cursos básicos de Inglês ou de Espanhol têm carga horária de 130 horas/aula, nos períodos da manhã, tarde e noite. Os alunos com média superior a 60% de aproveitamento na prova final e com mais de 75% de presença nas aulas, que acontecem duas vezes por semana, com uma hora de duração, têm direito a um certificado de conclusão de curso realizado.

 

Até agora, já foram emitidos 140 certificados de conclusão do curso de Inglês e 40 certificados de conclusão do curso de espanhol.