Pular para o conteúdo principal

Quatro meninas vestidas com aventais e tocas de cozinha posicionadas em volta de uma mesa sorrindo e segurando vasilhas com comida. Em cima da mesa um tabuleiro com biscoitos dentro
Foto/Divulgação PBH

BH em Pauta: PBH incentiva a alimentação saudável

02/08/2017 | 15:54 | atualizado em 04/08/2017 | 10:55

O consumo de alimentos industrializados e produzidos pelas grandes redes internacionais de fast food ou mesmo a compra de comida amplamente processada em supermercados já se tornou um hábito na vida da população brasileira. Por isso, educar as crianças para que elas se alimentem de maneira saudável, respeitando as necessidades nutricionais, é um desafio enorme para os pais e os professores que toparam tal proposta.
 

Ciente desta realidade, a Secretaria Municipal de Políticas Sociais, por meio da Secretaria Municipal Adjunta de Segurança Alimentar e Nutricional (SMASAN), realiza oficinas com os alunos da rede municipal de ensino, estabelecendo um verdadeiro circuito itinerante para a Educação Alimentar e Nutricional, o chamado Circuito EAN. A atividade teve início em 2011 e é embasada em ações que promovem uma reflexão sobre o que é a alimentação saudável, além do ensino da higienização e da conservação correta de alimentos. São realizados cerca de 40 circuitos todos os anos.
 

O Circuito EAN também é parte integrante do Projeto Esquadrão da Alimentação, realizado em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) com o apoio da Secretaria Municipal de Educação (SMED). As atividades são realizadas no Banco de Alimentos da Prefeitura de Belo Horizonte e recebem de 30 a 50 alunos por encontro.
 

As atividades duram cerca de duas horas e meia. Nesse período, são feitas dinâmicas, exibição de vídeo, visita guiada pela área de produção do Banco de Alimentos e uma oficina de culinária saudável. São os próprios alunos da rede que “colocam a mão na massa” e preparam os alimentos que são consumidos ao fim dos encontros. 
 

“A prática é importante para a autoestima das crianças. Despertamos nas crianças a curiosidade e as incentivamos a conhecer novos sabores e combinações através do preparo da receita. A criança fica orgulhosa quando saboreia uma novidade que ela mesma preparou. É encantador!”, empolga-se a nutricionista Lucilene Alves Tavares Correa, da SMASAN.
 

Os circuitos também envolvem os professores da rede. “Nos encontros é enfatizada a importância da prática de atividades físicas variadas e de qualidade nas escolas, além da criação de projetos escolares relacionados à promoção da alimentação saudável e da saúde”, pontua Luana Rosa de Oliveira Titonele, gerente de educação para o consumo alimentar da SMASAN.
 

Luana reitera que os estudantes são estimulados a construir uma nova concepção sobre a alimentação. “Conseguimos aproximar as crianças do caráter social do projeto, considerando outras dimensões da alimentação, não só a biológica. A origem e o efetivo aproveitamento dos alimentos, das sementes até a casca, são abordados nas oficinas. Estimulamos muito as ações de alimentação saudável aliadas ao combate ao desperdício.”
 

Os alunos da rede também têm a oportunidade de identificar, selecionar e experimentar alimentos diferentes, descobrindo sabores e os transformando em receitas. Com isso, o Circuito EAN vem desafiando crianças a se tornarem pequenos chefs de cozinha nas próprias casas. “Os alunos preparam receitas, como sucos, vitaminas e pizza de biscoito, com o aproveitamento integral dos ingredientes. As receitas são simples, mas muito nutritivas, saborosas e preparadas com uma pitada de criatividade. A maioria das crianças replicam a aula prática vivenciada no circuito nas suas casas, promovendo a integração e multiplicando as dicas de alimentação saudável junto às famílias. Inclusive, os registros destas atividades são enviados para as escolas pelas famílias”, relata Luana.


Últimas Notícias

Obras sendo feitas nos córregos Olaria e Jatobá, na região do Barreiro Prefeitura inicia mais obras contra enchentes nos córregos Olaria e Jatobá

Serão investidos aproximadamente R$ 18 milhões neste empreendimento, com previsão de término no segundo semestre de 2021.

 

09/07/2020 | 16:48
Informações da Prefeitura sobre o Covid-19 Cidadão pode recorrer contra notificações da Fiscalização de forma digital

O procedimento virtual será adotado enquanto durarem as medidas temporárias de prevenção ao contágio e de enfrentamento ao Covid-19

09/07/2020 | 16:33