Pular para o conteúdo principal

Fachada de centro de saúde durante o dia. Foto ilustrativa.
Foto: Vander Brás

Belo Horizonte garante recursos para investimentos na Saúde

08/05/2018 | 18:31 | atualizado em 13/06/2018 | 15:48

O prefeito Alexandre Kalil, acompanhado do secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto, se reuniu com o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, nessa segunda-feira, dia 7, em Brasília, e garantiu repasse de R$ 50 milhões, até o fim do ano, para obras e custeio do SUS-BH. O recurso será revertido para reformas e qualificação de cerca de 30 centros de saúde e academias da cidade, além de fortalecer o custeio do Hospital do Barreiro e de outros hospitais que atendem o Sistema Único de Saúde da capital.

 

Também ficou definida, durante a reunião, a manutenção do repasse de verbas que deveriam ter sido devolvidas aos cofres do Governo Federal. São valores que estavam previstos em convênios firmados entre o Poder Público municipal e a União em outras gestões.

 

Além de assegurar o envio dos investimentos já firmados com a capital, foi pactuado que haverá correção dos valores destinados aos projetos planejados para o SUS-BH. Existem obras planejadas desde 2009 com valores que atualmente estão defasados. Um exemplo é a reforma da Unidade de Referência Padre Eustáquio em que o convênio firmado foi de R$ 4,9 milhões e atualmente serão necessários R$ 15 milhões. Desse total previsto em 2009, somente 1,9 milhão foi repassado ao SUS-BH.

 

Parte do recurso, do total de R$ 50 milhões, já foi depositado no Fundo Municipal de Saúde. O complemento para atualização dos valores será remetido pelo Ministério da Saúde até o fim do ano, conforme acordo firmado durante a reunião.