Pular para o conteúdo principal

Time de basquete composto por cadeirantes se reúne em círculo e acompanha a orientação de técnico.
Foto: Divulgação PBH

Atividades do programa Superar em 2019 têm início na segunda-feira, dia 4/2

01/02/2019 | 18:47 | atualizado em 11/02/2019 | 10:47
Desenvolvido pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, o programa Superar dá início nesta segunda-feira, dia 4 de fevereiro, ao calendário 2019 de aulas e atividades.  
 
O Superar atende mais de 900 alunos com deficiência física, visual, intelectual, auditiva, múltipla e autismo. São aulas realizadas de segunda a sexta-feira em três turnos (manhã, tarde e noite) e em oito locais de Belo Horizonte. 
 
O programa atende no Centro de Referência para Pessoa com Deficiência, no Carlos Prates, e na Escola Municipal de Ensino Especial Frei Leopoldo, no bairro Havaí, e ainda em seis núcleos regionalizados: Colégio Marconi, Clube Palmeiras, escolas estaduais de ensino especial Amaro Neves e João Moreira Salles, além das associações de Deficientes Visuais de Belo Horizonte e de Surdos.
 
Ao todo, 16 modalidades são oferecidas: atletismo, basquetebol, bocha regular, bocha paralímpica, dança, futsal, goalball, judô, natação, patinação, rúgbi em cadeira de rodas, tênis de mesa, voleibol sentado, parataekwondo, funcional e percussão.
  
Para se inscrever no programa é necessário ter idade superior a seis anos, apresentar laudo comprovando a deficiência e haver disponibilidade de vagas. Os contatos são pelos telefones 3277-4546 e 3277-7681 além do e-mail superar@pbh.gov.br.