Pular para o conteúdo principal

Batalha de Danças Urbanas
Foto: Arte PBH

Voto popular pelas redes sociais escolhe vencedor da Batalha de Danças Urbanas

22/01/2021 | 17:13 | atualizado em 22/01/2021 | 17:59

A final da Batalha de Danças Urbanas do Circuito Municipal de Cultura está se aproximando. Nos dias 19, 20 e 21 de janeiro, os quatro finalistas foram escolhidos pelo voto popular, por meio de curtidas nos vídeos de apresentações dos oito primeiros selecionados, publicados no YouTube da Fundação Municipal de Cultura. Nos dias 28, 29 e 30, o público novamente vai escolher seus favoritos, definindo desta vez o grande vencedor: quem ganhar mais curtidas no vídeo, até o prazo final da votação, ganha a batalha. O anúncio do vencedor será feito pelo site e pelas redes sociais do Circuito, no dia 30. O Circuito Municipal de Cultura é realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (SMC) e da Fundação Municipal de Cultura (FMC), em parceria com o Centro de Intercâmbio e Referência Cultural (CIRC).

A Batalha de Danças Urbanas teve início no final do ano de 2020, quando foram abertas inscrições pela internet. Até o dia 3 de janeiro, os interessados preencheram um formulário e publicaram vídeos dançando em suas páginas pessoais, marcando o Circuito (@circuitomunicipaldecultura) e a hashtag #dançasurbanasnocircuitobh. Posteriormente, um júri formado pela equipe do Circuito e do Centro de Referência da Dança (CRDança), que também realiza a ação, selecionou os oito semifinalistas, anunciados no dia 11 de janeiro. Os escolhidos foram convidados a gravar vídeos dançando no Teatro Marília, com imagens captadas e editadas pelo Circuito, que forneceu técnicos, equipamentos e equipe audiovisual profissional, seguindo todos os protocolos vigentes para a prevenção ao contágio pela Covid-19.

Os oito vídeos dessas apresentações foram publicados no YouTube da Fundação Municipal de Cultura e seguiram para voto popular. Com o maior número de curtidas, ficaram no páreo os dançarinos Fabiana Christina dos Santos Martins, Joel Martins Anselmo, Leonardo Pereira Lopes e Lúcio Dário da Rocha Ferreira. São eles que disputarão, nos dias 28, 29 e 30, pelo troféu da Batalha de Danças Urbanas. Os resultados serão publicados no site do Circuito Municipal de Cultura e nos stories do Instagram e Facebook.

O vencedor, os três finalistas e os quatro semifinalistas receberão prêmios em dinheiro como forma de incentivo à produção cultural, fortemente impactada em razão do necessário distanciamento social para a contenção da pandemia da Covid-19. O ganhador levará R$ 1.900,00, enquanto os finalistas serão premiados com R$ 800,00 cada e, os semifinalistas, com R$ 300,00.

Para Aline Vila Real, diretora de Promoção das Artes da Fundação Municipal de Cultura, a iniciativa visa fomentar as danças urbanas em Belo Horizonte, linguagem artística tão difundida entre a população jovem, principalmente em um momento delicado como o da pandemia. “O Circuito tem como característica, desde o início do projeto, a oferta de uma programação abrangente, e esta ação direcionada aos artistas da dança se soma aos nossos esforços para valorizar e apoiar os artistas de Belo Horizonte e região. Com a Batalha de Danças Urbanas, estimulamos uma produção cultural inédita e que pôde ser feita com a preservação do distanciamento social, garantindo, para os oito semifinalistas, uma premiação em dinheiro que esperamos que seja bem-vinda diante das dificuldades impostas pela pandemia”.

 

Sobre o Circuito Municipal de Cultura

Projeto estratégico da Prefeitura de Belo Horizonte, foi lançado em dezembro de 2019, com grande show de Jorge Ben Jor na Praça da Estação. Em maio de 2020, foi lançado o Circuito em Casa, como parte do Circuito Municipal de Cultura, criado para ampliar as opções culturais para a população que está em casa durante a pandemia da Covid-19. Suas ações integram a Política de Promoção das Artes do município.

Até o momento, já foram mais de 150 apresentações realizadas, alcançando um público de aproximadamente 400 mil pessoas. Desde o início do projeto, o Circuito Municipal de Cultura já contou com a participação de quase 800 trabalhadores da cultura, entre artistas, mestres da cultura popular, produtores e técnicos, entre outros, reforçando seu importante papel de fomento ao setor em Belo Horizonte. Toda a programação do Circuito Municipal de Cultura é gratuita, contemplando as diversas linguagens artísticas e faixas etárias.

 

Nas redes

YouTube da Fundação Municipal de Cultura.
Facebook do Circuito Municipal de Cultura.
Instagram do Circuito Municipal de Cultura.
Site do Circuito Municipal de Cultura.