Pular para o conteúdo principal

Operação Sentinela

Operação Sentinela
atualizado em 19/11/2019 | 17:16

 

A Operação Sentinela, lançada em março de 2017, tornou a presença de guardas municipais nas praças que concentram maior fluxo de pessoas, no hipercentro da capital, em uma cena constante, marcando a primeira fase do projeto.  A iniciativa se somou à atuação dos agentes nos demais espaços públicos, tornando a Guarda Civil Municipal em uma nova referência de segurança para a população.  

 

A definição dos locais desta primeira fase seguiu critérios técnicos, com o mapeamento das regiões e a análise dos índices de criminalidade e motivou, inclusive, a ampliação da operação, em setembro de 2018. Desde então, Operação Sentinela passou a concentrar esforços também em duas zonas quentes de criminalidade (ZQC) de BH que não integravam a área de cobertura inicial.

 

Trata-se do quadrante delimitado pelo Shopping UAI, a passarela do metrô da Lagoinha, a Praça do Peixe e a Praça Vaz de Melo. A outra é a área da Praça Rui Barbosa, ampliando o patrulhamento da Praça da Estação, onde a Sentinela já atuava.