Pular para o conteúdo principal

Pessoas dançam quadrilha na Praça da Estação
Foto: Bruno Figueiredo

Arraial de Belo Horizonte reúne cerca de 100 mil pessoas na Praça da Estação

11/07/2019 | 18:42 | atualizado em 05/08/2019 | 20:10

Aproximadamente 100 mil pessoas se encantaram com a alegria do Arraial de Belo Horizonte 2019, que em sua 41ª edição, contou com apresentação de 40 quadrilhas no tablado e cinco shows no palco, entre eles o de Naiara Azevedo, Luan Santana e Falamansa, os dois últimos com apoio do Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo. Pela segunda vez, a Vila Gastronômica levou ao evento as delícias da culinária junina com muito conforto ao público presente. 

 

De acordo com a pesquisa de satisfação realizada pela Belotur, por meio do Observatório do Turismo de Belo Horizonte, de zero a dez, o evento na Praça da Estação, no geral, ganhou nota 8,7. Os destaques ficaram por conta da decoração, que obteve 9,5; da Vila Gastronômica, com nota 9,0; da organização e shows, ambos com nota 8,7; da sensação de segurança, com nota 8,6 e, por fim, pela qualidade das comidas, com nota 8,8. 

 

Foram mais de 800 entrevistados durante os dias 29 e 30/6, e 6 e 7/7. Entre os entrevistados que participaram de outras edições do Arraial, 59% consideraram que o evento melhorou nos seguintes aspectos: organização geral da festa e sensação de segurança. Nenhuma ocorrência grave foi registrada pela Guarda Municipal, nem pela Polícia Militar de Minas Gerais. Em 2019 o ticket médio por participante no evento foi de R$ 37,10, o que significa aumento de 21% em relação a 2018, quando foi registrado R$ 30,50.

 

“O Arraial de Belo Horizonte vem crescendo a cada ano, mas o mais importante é que o evento ganha também em qualidade. Estamos percebendo diversificação do público, presença de turistas, apreciando nossa rica cultura junina, o que nos faz crer que estamos no caminho certo, reafirmando Belo Horizonte como um dos principais destinos turísticos juninos do Brasil”, afirma o presidente da Belotur, Gilberto Castro.

 

 

Segurança, saúde e limpeza  

O Arraial de Belo Horizonte foi marcado pela tranquilidade e segurança durante os cinco dias de evento da Praça da Estação. Além do planejamento do evento realizado pela Belotur, foram preparados outros planos operacionais, coordenados pelo Centro Integrado de Operações da Prefeitura de Belo Horizonte (COP-BH) e articulados com as instituições municipais e estaduais, com foco na segurança, mobilidade urbana, atendimento de urgência, serviços urbanos, ordem pública e proteção social.

 

Durante o evento, as instituições que monitoram a cidade em tempo real, por meio do posto de comando do COP-BH, registraram um público alto e um quantitativo baixo de ocorrências. Composto por representantes de treze instituições, o Posto de Comando esteve ativo para monitorar e responder, de forma integrada, aos eventuais problemas ocorridos. Ao todo foram seis ocorrências registradas durante o evento.

 

O esquema de segurança contou com a presença da Guarda Municipal e da Polícia Militar de Minas Gerais na área externa do evento e palco de apresentação dos shows, realizando também a segurança das estações do MOVE. Equipe de trânsito da Guarda Municipal atuou em conjunto com a Polícia Militar de Minas Gerais e BHTrans para melhor fluidez no entorno e proximidades, além das escoltas das atrações regionais e nacionais.

 

Ao todo, foram empenhados 536 agentes da Guarda, com 89 viaturas, 29 motocicletas, e uma Unidade de Segurança Pública e 161 policiais militares, com 18 viaturas, duas motocicletas e uma base comunitária. 

 

A BHTrans trabalhou com 98 agentes e dois fiscais. Além de contar com 16 viaturas e 12 reboques, realizou as reservas de área, com posicionamento de sinalização, implantação de ponto de táxi e monitoramento de transporte e trânsito, entre outros. A equipe de fiscalização, composta por 136 representantes, entre coordenação, fiscais e agentes de campo, atuou no combate ao comércio ilegal no entorno do evento.

 

Três ambulâncias do SAMU deram suporte durante os dias de evento realizando atendimento médico. A Limpeza Urbana, com sua equipe de 114 garis, realizou a limpeza da Praça e vias do entorno após o término do evento com a utilização de 107 contêineres e 14 caminhões de lixo. 

 

O evento contou, ainda, com o apoio do Corpo de Bombeiros, que realizaram vistoria prévia de avaliação das condições de toda estrutura, da Defesa Civil Municipal, com disponibilização de seis atendentes, dois coordenadores, quatro vistoriadores e três motoristas, da CBTU, com o apoio de 58 agentes, e da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, com quatro conselheiros.

 

 

Concurso municipal de Quadrilhas 2019

A edição de 2019 do Concurso Municipal de Quadrilhas, realizado com o apoio técnico da Comissão Junina Mineira, abrilhantou o Arraial de Belo Horizonte nos dois finais de semana de festejo. A quadrilha Nova Geração conquistou, com nota máxima, o primeiro lugar do Grupo de Acesso do Concurso Municipal de Quadrilhas 2019, disputado nos dias 28, 29 e 30 de junho. A vice-campeã foi a Quadrilha Balancê Mineiro. O terceiro lugar ficou com a Quadrilha Chic Chic, a quarta posição com a Formigueiro Quente e o quinto lugar com a Quadrilha Renascer Junino. Todas elas serão premiadas pelo concurso, porém somente as quatro primeiras colocadas sobem para o Grupo Especial para apresentação em 2020. 

 

Já na disputa do Grupo Especial, que aconteceu nos dias 6 e 7 de julho, a Quadrilha Pipoca Doce ficou em primeiro lugar e levou o prêmio de R$ 14 mil, além da oportunidade de representar Minas Gerais no Concurso Nacional de Quadrilhas de 2020. A agremiação ficou empatada com a Quadrilha São Gererê, que acabou em segundo lugar pelo critério de desempate “Marcador”. A terceira colocação ficou com o grupo Feijão Queimado, e a quarta, com a Quadrilha Fogo de Palha.

 

Os grupos que ocuparam as três últimas colocações do Grupo Especial - Arraial do Sem Nome, Sangê de Minas e Fulô de Laranjeira -  se apresentam no Grupo de Acesso no ano que vem. 

 

 

Gastronomia

Um dos destaques do Arraial de Belo Horizonte 2019 foi a gastronomia. Quem esteve na praça pôde experimentar delícias da culinária típica junina, como caldos, tropeiro, quentão e canjica, a preços atrativos. A operação ficou por conta do Mariah Buffet. Já a Vila Gastronômica teve ambientação junina e conjuntos de mesas e cadeiras de madeira e pufs para o conforto de quem degustou a boa comida de restaurantes típicos mineiros, como o bar Barbazul, Clube do Milho e a Cervejaria Fürst. Outro atrativo foram as receitas vencedoras do concurso Prato Junino, das faculdades UNA, Promove, Senac, Estácio e Pitágoras, comercializadas a apenas R$ 10. A Vila Gastronômica foi realizada por meio de parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel - MG). 

 

 

Shows

A programação musical foi inaugurada com o show da dupla Beto e Breno, na sexta-feira, dia 28. No sábado (29/6), foi a vez de Renan e Rafael agitarem a festa. O domingo de Arraial foi encerrado pela cantora Naiara Azevedo. No dia 6, sábado, a animação ficou por conta do grupo de forró Falamansa e no domingo o encerramento foi com show do cantor Luan Santana.

 

 

Receptivos conhecem o Arraial

Com o objetivo de apresentar o Arraial de Belo Horizonte como produto turístico e incentivar a comercialização do destino como destaque no período junino, a Diretoria de Promoção Turística da Belotur organizou, em 2019, uma visita técnica com agências e receptivos da cidade ao evento. No sábado, dia 6 de julho, esses representantes puderam conhecer a festa.

 

“Esta foi a primeira vez que fui ao evento e pude conhecer toda a sua estrutura. Minha impressão é de que o Arraial de Belo Horizonte vem se consolidando a cada ano e a tendência é se tornar um evento de grandes proporções e um verdadeiro produto turístico”, afirma Ricardo Campos, do receptivo HT Happy Travel. “Outra coisa que me impressionou foram as próprias quadrilhas, que estão se profissionalizando e tornando o evento um verdadeiro espetáculo, contando histórias, indo além da música e da dança e trazendo elementos que ajudam a caracterizar a narrativa apresentada”, completou. 

Últimas Notícias

Rapaz conversa com mulher, ambos sentados, com um computador ao meio, em imagem desfocada. À frente, com foco, carteira de trabaho. ​​​​​​​Sine oferta 70 vagas de emprego para segunda-feira, dia 26/8  

São 49 vagas que exigem experiência, 15 para pessoas com deficiência e experiência e 6 para pessoas com deficiência sem experiência. 

23/08/2019 | 18:55
Criança pula corda na Savassi, pessoas transitam ao fundo. BH é da Gente oferece ioga, shows musicais e contação de histórias no dia 25/8

Com o intuito de diminuir o estresse do dia a dia, o grupo Yoga no Asfalto vai ministrar uma sessão no coração da Savassi, no domingo. 

23/08/2019 | 00:10