Pular para o conteúdo principal

Mais de dez pessoas assistem a exposição com telão.
Foto: Divulgação PBH

Prefeitura inicia modernização da sua plataforma de dados geoespaciais

21/08/2019 | 17:14 | atualizado em 22/08/2019 | 09:19

 

Grande parte das atividades da Prefeitura está relacionada a uma localização georreferenciada no território municipal. Trata-se do mapeamento de ruas, quarteirões, bairros, trajetos de ônibus, localização de equipamentos públicos, parâmetros urbanos para IPTU, para atividades comerciais, numerações de imóveis, espaçamento de calçadas e loteamentos, entre outras referências. Esse agrupamento de informações geoespaciais é estratégico e, por isso, a Prefeitura tem atuado para aperfeiçoar sua plataforma, buscando o compartilhamento entre os diversos sistemas de informação do Município para unificação de bases geográficas. 

 

O objetivo é melhorar o gerenciamento e visualização da distribuição espacial das ações do Poder Público municipal para gestores e planejadores e oferecer maior facilidade de visualização dos dados aos cidadãos que já contam com acesso às diversas bases no Portal de Dados Abertos. Dentro desse contexto, a Prefeitura está trabalhando para modernizar o Sistema de Cadastro Territorial Multifinalitário (SisCTM), que integra a plataforma.  A proposta é consolidar os dados geoespaciais básicos e estratégicos, automatizando aqueles que estão dispersos ou que precisam de intervenções manuais para o seu cadastro. 

 

A base cadastral, incluindo a visão física, real e oficial do Município de Belo Horizonte e a base de parâmetros urbanísticos, referente à legislação de parcelamento, ocupação e uso do solo são alguns dos dados a serem integrados.  O conjunto de informações geoespaciais que será mantido pelo Sistema possibilitará maior qualidade e confiabilidade dos dados usados nas atividades fundamentais da administração municipal, como o cadastro imobiliário, regulação urbana, políticas urbanas, educação e saúde.

 

Também estará disponível um novo visualizador BHMAP, com diferentes funcionalidades. Assim, as consultas ficarão mais simples, facilitando o trabalho do servidor e melhorando a interface com o cidadão. 

 

O projeto já está em fase de execução e algumas entregas já serão feitas em agosto, com previsão de finalização em novembro de 2020. A iniciativa conta com a coordenação técnica da Prodabel, que possui expertise na área por construir e operar, desde 1991, um abrangente banco de dados geoespaciais urbano. 

 

A Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, por meio da Subsecretaria de Modernização da Gestão, opera na gestão do contrato e na interlocução com os agentes públicos envolvidos, com o apoio das secretarias municipais de Fazenda, Políticas Urbanas, Meio Ambiente, Sudecap e Urbel. 


Últimas Notícias

Casal passeia com criança em cadeira de rodinhas e outroas pessoas caminham na Savassi, no domingo, durante o dia. BH é da Gente oferece ioga, encontro de carros e orientação nutricional

Show de talentos, ioga, encontro de carros e orientação nutricional são atrações do BH é da Gente no domingo, dia 22/9.

19/09/2019 | 20:26
Imagem aérea de uma rua com pinturas e um estacionamento de carros ao lado, durante o dia. No Mês da Mobilidade Urbana, PBH incentiva reflexão sobre segurança no trânsito

BHTrans está realizando uma série de atividades no Mês da Mobilidade Urbana, entre os dias 18 e 25/9. 

19/09/2019 | 19:21