Pular para o conteúdo principal

Mais de sete crianças acompanhadas de dois adultos na exposição “Tempo Será – Histórias e Memórias do Brincar", em cartaz no Centro Cultural Nordeste.
Foto: Larissa Silva

Centro Cultural Nordeste recebe Museu dos Brinquedos Itinerante

26/04/2019 | 20:26 | atualizado em 24/05/2019 | 14:54
Com o objetivo de ampliar o acesso da população à cultura, arte e educação, a Usina de Cultura – Centro Cultural Nordeste recebe, até o dia 4 de maio, o Museu dos Brinquedos Itinerante. A exposição “Tempo Será – Histórias e Memórias do Brincar” reúne mais de 150 brinquedos de diferentes épocas e culturas e os visitantes podem participar ainda, gratuitamente, de atividades como cursos de formação, brincadeiras e oficinas de construção de brinquedos com materiais recicláveis.

 

Neste sábado, dia 27, às 11h, uma das atrações é o espetáculo “Canções e fofuras”, com Ana Cristina. O Museu vai receber, também, na próxima semana, a visita de alunos de diversas escolas da capital e está aberto à visitação de segunda a sexta, das 9h às 17h, e aos sábados, das 10h às 12h. O endereço é rua Dom Cabral, 765, bairro Ipiranga. Os telefones de contato são 3246-0334 e 3277-6052.

 

 

Oficinas

Entre os dias 10 e 16 de abril, várias oficinas foram realizadas durante o curso de formação “Tempo da Infância – encontros para pensar a criança”, destinado a profissionais que lidam com crianças e adolescentes, educadores, pais e ativistas sociais, entre outros interessados. No dia 15 de abril, o destaque foi para a oficina “Todas as infâncias: o pensar e o agir pela diversidade e por uma sociedade inclusiva”. O tema foi conduzido por Mariana Rosa, jornalista, escritora e ativista da inclusão.

 

Autora do blog Diário da Mãe da Alice, Mariana iniciou a oficina com uma dinâmica em que os participantes tinham que expressar em uma folha de papel o que seria a infância ideal para cada um deles. A escritora relatou as suas experiências como mãe de uma criança com deficiência e reforçou a necessidade de sensibilização da sociedade para o respeito à diversidade. Também foram abordados assuntos que têm impacto direto na vida das pessoas com deficiência, como barreiras urbanísticas, arquitetônicas e tecnológicas, de transporte e de comunicação.

 

De acordo com Randolpho Silva, gerente da Usina de Cultura - Centro Cultural Nordeste, a parceria entre o equipamento e o Museu dos Brinquedos tem gerado ótimos resultados. “Um dos objetivos da Usina de Cultura é ampliar cada vez mais a apropriação do lugar pela comunidade, oferecendo atividades culturais e educativas de excelência. O projeto Museu dos Brinquedos Itinerante, com a sua programação diversificada e inclusiva, tem sido um grande atrativo para o público de diferentes idades”, ressaltou.

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Homem segura bebê na saída de brinquedo infantil inflável, acompanhado por casal; casal  passeia à frente e mulher olha uma criança e um rapaz à frente de outro brinquedo inflável, durante o dia. BH é da Gente faz ação por alimentação saudável na Pedreira Prado Lopes

Neste domingo, dia 16/6, o BH é da Gente – Araribá vai promover ações de conscientização alimentar e da cidadania.

13/06/2019 | 22:06
Vista aérea do Parque das Mangabeiras, durante o dia. Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH neste fim de semana

Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH neste fim de semana, nos dias 15 e 16/6. 

13/06/2019 | 18:54