Pular para o conteúdo principal

Urbel

Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte

 

A Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (URBEL) é a empresa pública responsável pela implementação da Política Municipal de Habitação Popular, criada em 1993. Naquela época, pela primeira vez em sua história, a cidade incluiu entre suas prioridades a habitação para a população de baixa renda, ao considerar as vilas e favelas como parte da estrutura urbana. A partir daí, a Prefeitura passou a intervir nestes locais, de forma planejada e organizada, com o propósito de integrá-los à chamada "cidade formal".

 
Antes de 1993, as ações da Prefeitura ficavam restritas a melhorias pontuais nas comunidades e na aplicação da lei do Profavela nos assentamentos em terrenos de propriedade do município. Estas ações eram caracterizadas pela falta de planejamento integrado e da previsão de urbanização completa, o que dificultava a efetiva elevação do padrão de qualidade de vida dos moradores
 

O Sistema Municipal de Habitação Popular vigente foi criado na década de 90 do século passado. Ele representou um avanço na luta pela moradia popular em nossa cidade. Sua conquista foi fruto da pressão e mobilização dos movimentos sociais e populares de luta pela habitação e reforma urbana, em parceria com gestores públicos, técnicos, urbanistas e especialistas no assunto. O sistema é constituído por um órgão executor, que é a URBEL; pela Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (SMOBI), responsável pelo gerenciamento do Fundo Municipal de Habitação Popular; e por instâncias participativas e deliberativas como o Conselho Municipal de Habitação e a Conferência Municipal de Habitação.

 

Estrutura Organizacional

 

+ Portal Urbel

Banner Serviços
Claudius Vinícius Leite Pereira - Diretor-Presidente
Claudius Vinícius Leite Pereira
Diretor-Presidente

Foi diretor de Manutenção e Áreas de Risco da Urbel e atuou como Secretário Regional de Serviços Urbanos - Regional Noroeste. Entre 2003 e 2012 presidiu a Urbel, trabalhando no reassentamento e melhora na qualidade de vida da população em área de risco.

Isabel Eustáquia Queiroz Volponi, Diretora de Manutenção e Áreas de Risco da Urbel
Isabel Eustáquia Queiroz Volponi
Diretora de Manutenção e Áreas de Risco

Ocupa o cargo desde 2010. É Geóloga formada pela UFMG. Integrou a equipe responsável pelo 1º Diagnóstico de Risco das Vilas e Favelas de Belo Horizonte. Foi Chefe de Gabinete da Presidência da Urbel, Gerente de Controle Urbano e Ambiental da SMARU. 

Aluísio Rocha, Diretor de Projetos e Obras da Urbel
Aluísio Rocha
Diretor de Projetos e Obras

Engenheiro Civil, exerceu cargos de supervisão e coordenação de fiscalização de obras e no planejamento e acompanhamento de empreendimentos na Urbel. Ocupou o cargo de Diretor de Operações da Urbel de 2008 a 2011. 

Maria Cristina Fonseca de Magalhães, Diretora de Planejamento da Urbel
Maria Cristina Fonseca de Magalhães
Diretora de Planejamento

Arquiteta formada pela UFMG, especialista em Urbanismo, atuou no Setor de Tecnologia de Construções do Centro Tecnológico de MG. Foi supervisora dos Projetos de Arquitetura das instalações da Mina Ferro Carajás. Na Urbel desde 1986; é diretora desde 2003 

Aderbal de Freitas, Diretor de Habitação e Regularização Fundiária da Urbel
Aderbal de Freitas
Diretor de Habitação e Regularização Fundiária

Bacharel em Geografia pela PUC-MG, foi coordenador do Orçamento Participativo da Habitação (1995-2004) na Assessoria da Presidência da Urbel e coordenador Social do Programa Vila Viva de Intervenções Estruturantes Urbanísticas e Ambientais (2005-2016).

Edina Custódia Alves, Diretora Administrativa e Financeira da Urbel
Edina Custódia Alves
Diretora Administrativa e Financeira

Professora de Contabilidade e Economia com pós-graduação em Contabilidade e MBA em Gestão Pública e experiência nas áreas de gestão pública e privada. Atuou em escolas durante 16 anos, além de trabalhar nas secretarias municipais de Habitação e Educação.