Pular para o conteúdo principal

Desenvolvimento

Secretaria Municipal de Desenvolvimento 

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento foi criada pela Lei Nº 10.101, de 14 de Janeiro de 2011, com a finalidade de articular a definição e a implementação da política de desenvolvimento econômico do Município, de forma integrada e intersetorial, visando ao fomento industrial, comercial e de prestação de serviços, à promoção de programas estratégicos de planejamento urbano e à execução de atividades destinadas ao desenvolvimento econômico sustentável do Município, harmonizado com a inclusão social de todos os cidadãos.

Entre as competências da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, está a coordenação da estratégia, monitoramento e avaliação dos planos, programas e projetos de desenvolvimento do município, em consonância com o planejamento e intervenções urbanísticas e definições do Plano Diretor do Município. É também responsável pelas pelas políticas de desenvolvimento turístico, científico e tecnológico e atividades de relações internacionais do Município, em conjunto com os demais órgãos e entidades da Administração Municipal.

 

Secretaria Municipal Adjunta de Desenvolvimento Econômico

A Secretaria Municipal Adjunta de Desenvolvimento Econômico (SMADE) foi criada em 2011 e tem por finalidade elaborar e implementar a política de fomento industrial, de comércio e de prestação de serviços e outras parcerias que priorizem a vocação da Cidade.

Dentre as competências da SMADE estão:

I - elaborar e implementar a política de desenvolvimento econômico do Município, mediante a adoção de medidas que representem estímulos e incentivos à iniciativa privada, harmonizadas com a inclusão social de todos os cidadãos;

II - promover e gerenciar a integração dos planos e projetos dos diversos órgãos e entidades da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo relacionados ao desenvolvimento econômico do Município, de forma a maximizar o crescimento econômico sustentável;

III - promover e propor programas e políticas que estimulem a economia solidária e a concessão de crédito popular, bem como a articulação de cooperativas de trabalho, crédito, serviços, produção e consumo;

IV - estimular o desenvolvimento de atividades artesanais e de economia de pequena escala, abrangendo a valorização do artesão e a promoção da industrialização e da comercialização;

V - desenvolver ações para a melhoria do ambiente municipal de negócios, apoiar e assistir o empresariado por meio de núcleos avançados de prestação de serviços integrados e prestar apoio e orientação técnica às empresas em nível municipal, com ênfase no microempreendedor individual, na micro, pequena e média empresa, e no jovem empreendedor;

VI - consolidar e gerenciar planos de desenvolvimento econômico de médio e longo prazo, em parceria com a iniciativa privada e com outros entes federados;

VII - estimular e apoiar a manutenção, a instalação e o desenvolvimento de empreendimentos nas atividades de vocação da Cidade, com ênfase na pesquisa, na produção e na disseminação de novas tecnologias;

VIII - propiciar a integração entre os setores produtivos, os prestadores de serviços e o setor público, visando impulsionar o desenvolvimento local;

IX - prospectar, identificar e criar oportunidades locais, nacionais e internacionais de negócios, promovendo a atração de investimentos para o Município;

X - produzir, gerir e difundir dados e informações sobre o Município e sua economia, com ênfase nos incentivos fiscais e creditícios;

XI - promover convênios e parcerias necessários à execução de políticas de desenvolvimento econômico;

XII - planejar, desenvolver e coordenar as atividades relacionadas a parcerias público-privadas, assessorando todos os órgãos da Administração Municipal nestas atividades;

XIII - desenvolver outras atividades destinadas à consecução de seus objetivos.

Secretaria Municipal Adjunta de Trabalho e Emprego

O objetivo principal da Secretaria Municipal Adjunta de Trabalho e Emprego é promover a inserção do cidadão belo-horizontino no mercado de trabalho. Visando ao desenvolvimento econômico com inclusão social, sua equipe busca elaborar e implementar políticas de investimento em qualificação profissional e de geração de emprego no Município. O Programa Melhor Emprego, lançado em 15 de setembro de 2010, é um importante sustentador do acesso mais amplo à dignidade e cidadania, já que estabelece propostas e metas de trabalho claras e viáveis.

Secretaria Municipal Adjunta de Planejamento Urbano

O crescimento de uma cidade como Belo Horizonte precisa ser cuidadosamente pensado, com o objetivo de compatibilizar aspectos urbanos, econômicos, ambientais e sociais. Um ambiente urbano saudável é aquele em que todos têm acesso aos benefícios que caracterizam a vida na metrópole: saúde e educação de qualidade, ampla gama de serviços, áreas de lazer e equipamentos culturais, entre outros.

A Secretaria Municipal Adjunta de Planejamento Urbano tem a função de programar o crescimento equilibrado do Município, garantindo a todos os cidadãos qualidade de vida em uma cidade sustentável, que ofereça acesso a trabalho, emprego, renda, serviços e lazer.

Secretaria Municipal Adjunta Relações Internacionais

As últimas décadas foram marcadas por mudanças significativas e pelo entrelaçamento entre culturas, sociedades e economias. Houve um processo de intensificação e democratização das relações internacionais a partir do surgimento de novos atores tais como empresas multinacionais, ONGs, movimentos sociais e governos locais.

Hoje, o sistema internacional é um espaço vital de oportunidade e aprendizado para toda cidade, município ou território. Esses atores podem trocar experiências em áreas como urbanismo, infra-estrutura, habitação, sustentabilidade, meio ambiente, mobilidade, entre outras, sempre com o objetivo de construir capacidades e melhorar a qualidade de vida local.

A inserção dos governos locais e regionais, assim como de suas redes, no sistema internacional é um processo que vem se expandindo. Logo, para que um governo local possa exercer plenamente suas competências, prestar serviços públicos eficientes, promover sua capacidade produtiva ou desenvolver o modelo de cidade, município ou território que sua população deseja, é importante que aproveite as oportunidades oferecidas pelas relações internacionais.

Neste contexto, foi criada em 2005 a Secretaria Municipal Adjunta de Relações Internacionais, que atua pensando o desenvolvimento de Belo Horizonte através de ações que projetam a cidade no cenário nacional e internacional, promovendo ações que propiciem o desenvolvimento e a melhoria da qualidade de vida da cidade.