Pular para o conteúdo principal

Carnaval

Bloco desfila em rua de Belo Horizonte
atualizado em 22/11/2017 | 13:56

O Carnaval de Belo Horizonte se tornou um dos mais surpreendentes do país! Para se ter ideia, em 2017 a cidade recebeu 500 mil turistas e contou com 3 milhões de foliões nas ruas. Foram mais de 350 blocos cadastrados, 416 desfiles, três palcos oficiais, desfiles de escolas de samba e blocos caricatos, que alegraram Belo Horizonte durante todo o período oficial da folia momesca. 

Aqui você encontrará todos os serviços do Carnaval, tais como orientações para cadastramento de blocos de rua, editais de subvenção, cadastramento de ambulantes, entre outros.

Seja bem-vindo ao Carnaval de Belo Horizonte 2018. 

 


Cadastro de Blocos de Rua

 

Cadastramento encerrado em 17 de novembro de 2017.

 

 


Cadastro de Ambulantes

Os ambulantes interessados em comercializar bebidas e adereços carnavalescos durante o Carnaval de Belo Horizonte 2018 (pré-Carnaval e nos desfiles entre os dias 27 de janeiro e 18 de fevereiro de 2018) devem se inscrever pessoalmente no BH Resolve (Rua Caetés, 342 – Centro), entre 27 de novembro e 15 de dezembro, das 8h às 17h, exceto sábados, domingos e feriados.
 

Os interessados deverão apresentar a carteira de identidade, CPF, comprovante de residência e declaração de compromisso – encontrada no link do chamamento – preenchida e assinada. Para evitar filas, a Prefeitura de Belo Horizonte orienta aos interessados que não deixem o credenciamento para a ‘última hora’.
 

O edital pode ser acessado no Diário Oficial do Município.


Edital de Artistas

Está aberto o edital para credenciamento de artistas, bandas e grupos musicais, de renome local e regional, para compor a programação artística musical dos palcos oficiais do Carnaval de Belo Horizonte 2018. Artistas de qualquer estilo musical poderão se candidatar para apresentações em palcos espalhados por toda a cidade.

O prazo para inscrições vai até 5 de janeiro de 2018.

Cada inscrição deve ser efetuada presencialmente na sede da Belotur (rua da Bahia, 888, 6° andar, Centro, BH/MG), de segunda à sexta- feira, das 10h às 12h e das 14h às 17h, exceto feriados e pontos facultativos.

O edital encontra-se disponível gratuitamente: Edital de Credenciamento de Artistas [pdf].

Você também pode solicitá-lo pessoalmente na Comissão Permanente de Licitação da Belotur: rua da Bahia, 888, 6° andar, Centro, BH/MG

Contato para dúvidas e solicitações sobre o edital: licitacoes.belotur@pbh.gov.br


Edital de Patrocínio

Empresas interessadas em patrocinar o Carnaval de Belo Horizonte 2018 – um dos maiores do país, gerando visibilidade para suas marcas e produtos durante todo o evento – já podem ter acesso ao edital lançado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur. O documento está disponível para download no ícone abaixo e pode, também, ser solicitado pessoalmente na sede da Belotur (rua da Bahia, 888, 7º andar – Centro) ou pelo e-mail licitacoes.belotur@pbh.gov.br . O edital anunciado essa semana prevê que o patrocinador cumpra com a contratação de estrutura e serviços, além do investimento mínimo de R$ 2,5 milhões.

pdf vd redux 51x71_0_0.png Edital de Patrocínio

Os interessados poderão participar desta seleção de ‘forma direta’, em nome próprio, ou apresentar-se como ‘agência de captação’, com direito de ativar até três marcas sob a chancela de patrocínio. Os envelopes de documentação e de propostas deverão ser entregues das 9h30 às 10h15 do dia 10 de novembro, sexta-feira, na sede da Belotur (rua da Bahia, 888, 7º andar – Centro).

Confira a matéria na íntegra.
 


Inscrições para a Corte Real Momesca

Entrega da chave da cidade _Ricardo Laf (6).jpg

Inscrições abertas para os candidatos a Rei, Rainha e Princesa do Carnaval de Belo Horizonte 2018. Os interessados podem se inscrever gratuitamente, em dias úteis, na sede da Belotur, das 10h às 17h, até 24 de novembro deste ano. Para participar do concurso é preciso ter simpatia, desembaraço, samba no pé e ser amante do Carnaval. 
 
A eleição acontece em clima de festa no dia 8 de dezembro, em local ainda a ser definido pela Belotur. Trata-se do primeiro evento oficial do Carnaval de Belo Horizonte. Rei, Rainha e Princesa eleitos terão uma agenda intensa até o fim do período carnavalesco na cidade. Além da presença em eventos do Carnaval, eles também têm obrigações sociais, tais como visitas a creches, asilos, escolas municipais entre outros.

 

Pré-requisitos

Homens e mulheres, com no mínimo 18 anos, moradores de Belo Horizonte e com o primeiro grau completo, amantes do samba e da folia carnavalesca poderão se inscrever. Não poderão participar os ganhadores do concurso em 2017, bem como interessados que tenham vínculo com qualquer órgão da administração direta ou indireta da Prefeitura de Belo Horizonte. 
 

Premiação e Inscrição

Os candidatos à Corte Momesca do Carnaval de Belo Horizonte 2018 serão julgados pela beleza, desembaraço, sociabilidade, facilidade de expressão, simpatia, espírito carnavalesco e domínio da arte de sambar. Os vencedores como Rei e Rainha do Carnaval 2018 receberão, da Belotur, o prêmio de R$ 12 mil. Já a Princesa receberá o prêmio de R$ 9 mil.
 
No ato da inscrição os candidatos deverão apresentar cópias, acompanhadas dos originais, dos seguintes documentos: carteira de identidade; CPF; comprovante de residência; certificado ou declaração de escolaridade; número de inscrição no INSS/PIS, PASEP ou NIT; atestado de bons antecedentes; atestado médico de aptidão física, atestando ótimas condições de saúde e declaração, declaração de próprio punho, informando não ser servidor público e não possuir vínculo com qualquer órgão da administração direta ou indireta da Prefeitura de Belo Horizonte.
 
Clique aqui para ter acesso ao regulamento do concurso de Rainha e Princesa: https://goo.gl/8xuYQJ
Clique aqui para ter acesso ao regulamento do concurso de Rei Momo: https://goo.gl/TpvYr3
 

Linha Cronológica do Carnaval de Belo Horizonte

• 1897 – Foliões fazem o Carnaval em BH, antes mesmo de sua inauguração

• Década de 1910 – Começa o desfile das grandes sociedades, que saíam com os carros alegóricos – na verdade caminhões – pela cidade

• Década de 1930 – A Escola de Samba Pedreira Unida, formada por moradores da Pedreira Prado Lopes, é a primeira agremiação a desfilar em BH

• 1947 – Fundação do primeiro Bloco de Rua do Carnaval de Belo Horizonte: Leão da Lagoinha

• 1975 – Banda Mole faz sua estreia no Carnaval, fruto de uma dissidência do Leão da Lagoinha

• 1980 – Escolas de Samba e Blocos Caricatos saem pela 1ª vez na avenida Afonso Pena. Desfile oficial do Carnaval foi instituído pelo Decreto Municipal 3.676

• 1990 – Blocos Caricatos e Escolas de Samba deixam de desfilar na avenida Afonso Pena

• 2004 – Desfile das Escolas de Samba é transferido para a Via 240, na região Norte

• 2010 – Movimentos de Blocos de Rua começam a surgir pela cidade

• 2011 – Desfile das Escolas de Samba é transferido para o Boulevard Arrudas, na região Centro-Sul

• 2013 – Blocos de Ruas atraem grande número de foliões, em especial na região central e no bairro Santa Tereza

• 2014 – O desfile das Escolas de Samba e Blocos Caricatos volta para a Avenida Afonso Pena depois de 24 anos sendo realizado em outros locais. Blocos de Rua levam uma multidão de foliões para todas as regiões da cidade

• 2015 – Com mais de um milhão de pessoas nas ruas, o Carnaval de 2015 entrou para a história da capital mineira quanto ao número de público. Foram mais de 200 blocos animando a festa em vários pontos da cidade; nove blocos caricatos e seis escolas de samba desfilaram na avenida Afonso Pena

• 2016 – Público de 1,6 milhão de foliões

• 2017 – três milhões de foliões nas ruas de Belo Horizonte, 416 desfiles de blocos de rua, além dos tradicionais desfiles de escolas de samba, blocos caricatos e shows de artistas locais nos palcos oficiais. Após 36 anos, o primeiro Bloco de Rua do Carnaval de Belo Horizonte, Leão da Lagoinha, volta a desfilar na cidade e comemora 70 anos de existência

• 2018 – previsão de crescimento de 20%.