Pular para o conteúdo principal

Procedimentos adotados para remoção dos veículos

atualizado em 22/05/2019 | 11:00

Ao chegar ao local da remoção, o agente da BHTRANS confirma a situação infracional e se o veículo foi autuado pelo agente da Guarda Municipal ou Policia Militar, sempre que possível, realiza o registro fotográfico do veículo, de forma a documentar a infração cometida, as condições gerais do veículo e eventuais avarias pré-existentes.
 
Após o registro fotográfico, o agente faz a selagem de todas as partes móveis do veículo infrator (capô do motor, porta-malas, vidros, portas, tanque de combustível, etc.), garantindo a sua inviolabilidade. Este procedimento visa à segurança dos veículos custodiados.

O veículo é direcionado à prancha do reboque por meio da utilização de patins especiais.
 
Os veículos são içados automaticamente, permanecendo sobre a prancha do reboque, onde os seus pneus serão amarrados por cintas de tecido resistente. Os veículos são rebocados por meio do dispositivo de “asa delta” (dispositivo que puxa o veículo, sem colocá-lo em cima da prancha do reboque) somente quando existe viabilidade técnica para este tipo de remoção, sem riscos de avarias aos veículos transportados.

 

No ato da remoção, o veículo somente poderá ser liberado caso o seu proprietário ou responsável legal compareça antes do término da colocação do 1º patim e apresente toda a documentação regularizada (do veículo e do motorista). No caso das motocicletas, o momento em que cessa a possibilidade de liberação durante o processo de remoção é quando esta já estiver sobre o caminhão reboque.

 

No local da remoção a BHTRANS fixa um comunicado ao proprietário ou responsável pelo veículo (adesivo de solo) que contém o telefone de contato para a obtenção das informações adicionais. Este adesivo tem como objetivo tornar a comunicação sobre a ocorrência da remoção mais eficiente e ágil, uma vez que a maioria dos veículos é removida sem a presença de seus responsáveis.

 

Finalmente, o veículo é encaminhado ao pátio da BHTRANS, permanecendo até que ocorra a tramitação do seu processo de liberação.

 

A BHTRANS não abrirá o veículo rebocado. Os veículos apreendidos ou removidos que se encontram no Pátio da BHTRANS poderão ser abertos para retirada de objetos ou documentos pessoais somente por seus proprietários ou pessoas autorizadas por estes (por meio de procuração), mediante prévia identificação e preenchimento de “Termo de Abertura de Veículo”, que ficará retido pelo pátio e será arquivado junto ao processo do veículo. A partir da assinatura deste termo, o(s) selo(s) de segurança poderá(ão) ser rompido(s) pelos seus responsáveis visando acessar o interior do veículo. Após a retirada dos pertences ou documentos necessários, o veículo será novamente selado, na presença de seu responsável, pela equipe de atendimento do pátio. A numeração do(s) novo(s) selo(s) será informada no Termo de Abertura de Veículo.